Instagram/Josh Dallas

Elenco de “Manifest” comemora ressurreição da série

Após a Netflix anunciar o salvamento da série “Manifest”, a equipe criativa e o elenco da atração comemoram a notícia nas redes sociais. “Estamos de volta!”, resumiu Melissa Roxburgh, celebrando a ressurreição do programa, que tinha sido cancelado há dois meses pela rede NBC.

De forma ensaiada, a maioria apontou a coincidência entre a data do anúncio e o número do voo da série. Em inglês, 28 de agosto é escrito como 8/28, igual ao voo 828 de “Manifest”.

A Netflix explorou essa coincidência ao anunciar a continuidade da produção. “Não poderíamos deixar um dia tão significativo quanto o de hoje passar sem ser celebrado”, disse o texto oficial da plataforma sobre a 4ª temporada, acompanhado de um vídeo com várias cenas em que o elenco diz “828”.

O detalhismo chegou ao cúmulo de marcar o anúncio para as 8h28 da manhã em Los Angeles.

“Está tudo conectado”, teorizou Josh Dallas, cujo personagem é responsável por organizar todas as teorias de conspiração da trama.

A plataforma encomendou 20 capítulos inéditos, que darão um final à trama, interrompida sem fim em sua 3ª temporada.

“Tudo por causa de vocês, manifesters”, apontou Daryl Edwards.

“Agora temos que voltar ao trabalho e entregar o que vocês merecem”, acrescentou Matt Long, que já tinha encaixado papel no piloto de outra atração. A declaração demonstra que ele vai priorizar o esforço dos fãs pelo salvamento da série.

“Agora vamos descobrir o que Cal sabe”, adiantou Ty Doran, que apareceu nos últimos segundos da 3ª temporada como a versão adulta do jovem Cal Stone (originalmente interpretado pelo menino Jack Messina).

Até o fã mais famoso da série se manifestou. Dirigindo-se aos fãs e aos responsáveis pela campanha #SaveManifest, ele concluiu: “Vocês salvaram uma série legal”.

Veja abaixo as principais manifestações da equipe da série.