Divulgação/Aroma Filmes

“Carro Rei” vence o Festival de Gramado

O Festival de Gramado anunciou durante a noite de sábado (21/8) os vencedores de sua 49ª edição, que foi realizada de forma híbrida, com a exibição de filmes pelo Canal Brasil e pela internet.

O prêmio principal, o Kikito de Melhor Filme, foi para “Carro Rei”, de Renata Pinheiro. A fantasia em que carros manifestam consciência também foi contemplada com as estatuetas de Melhor Trilha Musical (DJ Dolores), Melhor Direção de Arte (Karen Araujo) e Melhor Desenho de Som (Guile Martins), além de um Prêmio Especial do Júri para Matheus Nachtergaele.

Já os troféus de Melhor Direção e Roteiro ficaram com Aly Muritiba por “Jesus Kid”. O longa sobre um roteirista de westerns (Paulo Miklos) que surta num hotel rendeu ao cineasta os mesmos Kikitos que ele tinha conquistado com seu filme anterior, “Ferrugem”, no festival de 2018. Um terceiro prêmio do filme foi para Leandro Daniel Colombo, Melhor Ator Coadjuvante.

Glória Pires foi premiada como Melhor Atriz por “A Suspeita”, Nando Cunha recebeu o Kikito de Melhor Ator por “O Novelo” e Bianca Byington ficou com o troféu de Atriz Coadjuvante por “Homem Onça”.

Entre as produções sul-americanas, o vencedor foi “La Teoría De Los Vidrios Rotos”, uma coprodução entre Brasil, Uruguai e Argentina dirigida por Diego Fernández Pujol.

Confira os teasers dos dois filmes mais premiados e logo abaixo a lista completa da premiação de longas-metragens.

 

 

 

 
LONGAS BRASILEIROS

Melhor Filme
“Carro Rei”, de Renata Pinheiro

Melhor Direção
Aly Muritiba, por “Jesus Kid”

Melhor Ator
Nando Cunha, em “O Novelo”

Melhor Atriz
Glória Pires, em “A Suspeita”

Melhor Atriz Coadjuvante
Bianca Byington, por “Homem Onça”

Melhor Ator Coadjuvante
Leandro Daniel Colombo, por “Jesus Kid”

Melhor Roteiro
Aly Muritiba, por “Jesus Kid”

Melhor Fotografia
Bruno Polidoro, por “A Primeira Morte de Joana”

Melhor Edição
Tula Anagnostopoulos, por “A Primeira Morte de Joana”

Melhor Trilha
Dj Dolores, por “Carro Rei”

Melhor Direção de Arte
Karen Araújo, por “Carro Rei”

Melhor Desenho de Som
Guile Martins, por “Carro Rei”

Melhor Filme – Votação Popular
“O Novelo”, de Claudia Pinheiro

Melhor Filme – Votação da Crítica
“A Primeira Morte de Joana”, de Cristiane Oliveira

Melhor Filme Gaúcho
“Cavalo de Santo”, de Carlos Eduardo Caramez e Mirian Fichtner

Prêmio Especial do Júri
Matheus Nachtergaele

 
LONGAS ESTRANGEIROS

Melhor Filme
“La Teoría De Los Vidrios Rotos”, de Diego Fernández Pujol

Melhor Filme – Votação Popular
“La Teoría De Los Vidrios Rotos”, de Diego Fernández Pujol

Melhor Filme – Votação da Crítica
“Planta Permanente”, Ezequiel Radusky

Prêmio Especial do Júri
“Planta Permanente”, Ezequiel Radusky​