Instagram/Alyson Stoner

Ex-estrela mirim da Disney diz ter ficado traumatizada por “cura gay”

A ex-atriz mirim Alyson Stoner, conhecida por seus papéis nos dois filmes de “Doze é Demais” e “Camp Rock”, da Disney, revelou que, antes de se assumir pansexual e integrante da comunidade LGBTQIA+, chegou a tentar a “cura gay” religiosa e isso a deixou cheia de traumas.

Em entrevista ao site Insider, Alyson relatou que, quando se apaixonou pela primeira vez por uma mulher, passou a sentir vergonha de si mesma devido à sua religião.

“Eu me senti presa, péssima, senti que tudo estava errado comigo, embora eu, no fundo do meu coração, só quisesse ser uma devota seguidora de Deus”, afirmou. “Ouvir de pessoas que você confia, respeita e admira, que você é podre e abominável e está marcada pelo diabo, leva você a uma espiral. Pelo menos pra mim, eu só queria fazer a coisa certa”.

A atriz contou que, a partir daí, passou a fazer “terapia” de conversão com pastores, buscando a chamada “cura gay”, que tem sido desmascarada como tortura psicológica e charlatanismo.

Ela relata que a experiência foi tão dolorosa que ainda é difícil falar dela. “Minha mente nem quer pensar nisso. Minhas pernas começam a tremer só de pensar em reviver um pouco daquilo. Eu sei em primeira mão o quão perigoso isso foi pra mim, que depois tive acesso à terapia [de verdade] e outras formas de apoio”, declarou.

Alyson disse que o que sofreu poderia resultar em suicídio, pois a experiência faz as pessoas se sentirem extremamente envergonhadas e decepcionadas consigo mesmas, levando-as a acreditar que não valem nada.

“Os perigos são mensuráveis. Mesmo se alguém sair disso [dessa experiência] e disser: ‘Ei, não, estou vivendo uma ótima vida’, vão restar cicatrizes. As sombras são para sempre”, afirmou a atriz.

“Por isso, até hoje não consigo detalhar demais o que aconteceu, o que é um indicador de como aquilo foi difícil para mim”, finalizou.

Atualmente, ela tem encontrado sucesso como dublê de várias séries animadas, como “The Loud House”, “Pete the Cat”, “A Lei de Milo Murphy” (Milo Murphy’s Law) e “Justiça Jovem” (Young Justice), onde dubla Barbara Gordon.