Divulgação/Waner

Zack Snyder e Val Kilmer defendem vida sexual de Batman

O diretor Zack Snyder e o ator Val Kilmer resolveram defender a vida sexual de Batman, após Justin Halpern, co-criador de “Harley Quinn”, revelar ter sofrido censura ao tentar incluir uma cena de sexo oral do herói na série animada da Arlequina.

“Segundo a DC, seria difícil vender um boneco do Batman quando ele está na televisão fazendo sexo oral na Mulher-Gato. Eles me disseram ‘você absolutamente não pode fazer isso, pois heróis não fazem isso’”, contou Halpern à revista Variety nesta semana.

Snyder chutou o pau da barraca. Já que foi mesmo dispensado pela Warner após a edição de “Liga da Justiça de Zack Snyder”, ele publicou em suas redes sociais um desenho em que Batman faz exatamente o que foi censurado na Mulher-Gato.

Ao publicar a arte de Danny Bags, Snyder escreveu na legenda: “Cânone”. Uma forma de dizer que, como sempre, Batman faz o que os heróis não fazem.

Já Val Kilmer, que interpretou o herói no cinema em 1995, questionou em seu Twitter: “Ele faz ou não…?”, junto de um gif de uma cena de “Batman Eternamente”, em que o herói ouve o pedido da personagem interpretada por Nicole Kidman: “Nós poderíamos tentar – eu trarei o vinho”.