Divulgação/Globo

Leandra Leal cobra consciência dos eleitores de Bolsonaro no “Altas Horas”

A atriz Leandra Leal (“Aruanas”) aproveitou sua participação no programa “Altas Horas”, da rede Globo, na noite de sábado (26/6), para fazer um manifesto político contra Jair Bolsonaro, cobrando consciência das pessoas que o elegeram. Dizendo-se incrédula de ver um homem sem preparo presidindo o Brasil durante a maior crise de saúde dos últimos 100 anos, ela pediu que os eleitores votem com mais seriedade em 2022.

“Como a gente deixou o Bolsonaro ser eleito presidente? Ele já falava sobre preconceito, ele já destilava o seu ódio, ele já falava sobre homofobia, ele já espalhava fake news. Não foi uma escolha difícil. Quem se permitiu achar que era uma escolha difícil relativizou o preconceito, a homofobia, o racismo. Porque tudo isso estava na fala dele”, ela apontou.

“O desprezo que ele tem pelas pessoas agora, a falta de empatia, [a maneira] como ele imita uma pessoa faltando ar… Ele já tinha isso no seu discurso, ele já tinha isso na sua prática. A gente não pode agora, nas eleições do ano que vem, ficar desatento a isso, achar que não, que isso é piada. Não é piada, preconceito não é piada. É sério”.

Em sua fala, Leandra Leal afirmou que o impacto da eleição de Jair Bolsonaro resultou na ausência de políticas de controle da pandemia de covid-19, mas também afetou outras áreas da vida dos brasileiros.

“Olha o que a gente está passando. A gente está passando por uma pandemia, mas tem inúmeras outras injustiças que a gente pode continuar passando no nosso país. E eu espero muito que essa seja uma lição desse momento. Todos nós precisamos votar com consciência, ouvindo, escutando o que a pessoa que está candidata àquele cargo está dizendo”.

O alerta de Leandra Leal ajuda a lembrar que a culpa pelo desgoverno do país não é só de uma pessoa, pois também é compartilhada pelos milhões que votaram nela.

Veja o desabafo da atriz abaixo.