Wikimedia Commons

Cine Roxy: Um dos últimos palácios de cinema do Brasil está à venda

Um dos cinemas mais tradicionais do Rio está à venda. Último cinema de rua de Copacabana, o Cine Roxy foi palco de alguns dos maiores lançamentos da história do cinema nacional. Mas não sobreviveu à pandemia e à concorrência do streaming.

O espaço já estava fechado há alguns meses, tendo aberto apenas entre outubro e dezembro do ano passado, durante a pandemia. Anunciado como fechamento provisório pelo grupo Kinoplex, a despedida de dezembro acabou se provando definitiva, uma vez que o jornal O Globo apurou que o imóvel imponente de 83 anos, em estilo art decó, foi colocado à venda por cerca de R$ 30 milhões.

Inaugurado em 3 de setembro de 1938, o Roxy representava uma época em que os cinemas eram chamados de palácios e catedrais, com capacidade para 1,6 mil espectadores. Sua tela gigante era perfeita para a projeção em cinescope, tornando-o cinema favorito para quem queria assistir à grandes épicos.

O primeiro abalo em sua história veio no final dos anos 1980, quando sua ampla sala tradicional foi dividida em três para se adequar à era dos multiplexes.

Quem comprá-lo, porém, não poderá demolir o imóvel para dar lugar a um novo prédio de concreto sem identidade cultural. Seus 2,5 mil metros e suas características arquitetônicas encontram-se tombados pelo patrimônio histórico do município desde 2003.

“O tombamento levou em conta o fato de o antigo cinema representar um marco referencial na cultura cinematográfica da cidade e a importância arquitetônica original, marco da engenharia moderna na cidade do Rio de Janeiro”, informou, na época, o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade.

Com isso, são grandes as chances do Roxy virar um templo religioso, como tem acontecido com muitos cinemas históricos em todo o Brasil.

Com o fechamento do Roxy, a cidade do Rio de Janeiro, que já teve 198 salas de cinemas de rua, fica com apenas dez.

O cineasta Kleber Mendonça Filho (“Bacurau”) lamentou a perda no Twitter, publicando uma foto do interior do cinema em sua versão original. Veja abaixo.