Divulgação/Nashe Kino

Projeto russo tenta superar Tom Cruise com primeiro filme rodado no espaço

A corrida espacial entre EUA e Rússia não acabou nos anos 1980. A agência espacial russa, Roscosmos, anunciou nesta quinta (13/5) que enviará a atriz Yuliya Peresild (“O Guardião dos Mundos”) e o diretor Klim Shipenko à ISS (Estação Espacial Internacional, na sigla em inglês) para que possam rodar o primeiro filme de ficção no espaço.

A iniciativa é uma forma de se adiantar ao projeto hollywoodiano do astro Tom Cruise e do diretor Doug Liman, que trabalharam juntos em “No Limite do Amanhã” e “Feito na América”, e no ano passado anunciaram que fariam “Luna Park”, “o primeiro filme rodado no espaço”, com auxílio da NASA de da SpaceX, empresa espacial do bilionário Elon Musk.

“O lançamento da expedição está previsto para 5 de outubro de 2021, da base de Baikonur, a bordo da nave espacial Soyuz MS-19”, informou a Roscosmos em um comunicado.

Dirigido por Klim Shipenko, que filmou “Salyut-7”, dramatização de uma missão espacial soviética de 1985 (com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes), o novo longa tem o título provisório de “Challenge” (desafio) e será outro “drama espacial”, segundo a agência.

O comunicado não revela detalhes sobre a trama e o papel de Peresild, mas diz que o projeto terá coprodução de Dmitri Rogozin, diretor da agência espacial russa.

Detalhe: o voo da SpaceX que levaria Tom Cruise também tem lançamento marcado para outubro, visando rodar seu filme na mesma ISS.