Instagram/Jeremy Irvine

Jeremy Irvine negocia viver Lanterna Verde gay na HBO Max

A Greg Berlanti Productions começou a definir o elenco de sua série baseada nos quadrinhos do “Lanterna Verde”. Depois de escolher Finn Wittrock (“American Horror Story”) como Guy Gardner, os produtores agora negociam com Jeremy Irvine (“Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo”) para o papel de Alan Scott.

Scott é um dos personagens gays de maior destaque no Universo DC, embora sua sexualidade seja um desenvolvimento recente.

Ele foi criado em 1940 como o Lanterna Verde original, duas décadas antes da editora redefinir o personagem como um herói espacial encarnado por Hal Jordan. Com o sucesso da versão de Jordan, o original ficou esquecido até ser reintroduzido como um Lanterna Verde de uma Terra paralela. Graças aos sucessivos reboots da DC, Scott acabou rejuvenescido e reconcebido como gay, como parte de uma iniciativa por maior inclusão na editora.

Desenvolvida para a plataforma HBO Max, a série deverá ser a mais cara produção de Greg Berlanti, o mentor do “Arrowverso”, trazendo vários Lanternas Verdes diferentes.

O projeto pretende apresentar a Tropa dos Lanternas Verdes como uma saga que se estende por décadas e galáxias. Nos quadrinhos, os Lanternas Verdes são os policiais galácticos que patrulham o universo conhecido e desconhecido.

O roteiro da adaptação está a cargo de Seth Grahame-Smith (“Lego Batman: O Filme”) e Marc Guggenheim (co-criador do “Arrowverso”). E curiosamente representa uma segunda chance para Berlanti e Guggenheim de acertar a mitologia desses personagens. Os dois assinaram o roteiro do fracassado filme do “Lanterna Verde” (com Michael Green, de “Logan”).