Divulgação/Netflix

Netflix anuncia que Regé-Jean Page não aparecerá mais em Bridgerton

A Netflix deu uma notícia pouco agradável para os fãs de “Bridgerton”. O ator Regé-Jean Page, intérprete de Simon Basset, o Duque de Hastings, não estará na 2ª temporada e nem aparecerá mais na série. Este triste desdobramento foi anunciado nas redes sociais oficiais de “Bridgerton”.

“Caros leitores, enquanto todos os olhos se voltam para a busca de Lord Anthony Bridgerton para encontrar uma viscondessa, damos adeus a Regé-Jean Page, que triunfantemente interpretou o duque de Hastings. Sentiremos falta da presença de Simon na tela, mas ele sempre fará parte da família Bridgerton”, diz a nota, assinada pela fofoqueira oficial da série, Lady Whistledown.

O próprio ator explicou que foi contratado por apenas uma temporada, em entrevista à revista Variety. “[Eu pensei] ‘Isso é interessante’, porque parecia como uma série limitada. Eu poderia participar, contribuir com a minha parte e, então, a família ‘Bridgerton’ poderia continuar”, disse Page.

“Uma das coisas que é diferente nesse gênero [de romance] é que o público sabe que o arco se completa”, explicou Page. “Eles vêm sabendo disso, então você pode amarrar as pessoas em nós emocionais, porque eles têm aquela garantia de que vamos nos assumir e teremos o casamento e o bebê.”

E foi exatamente isso que aconteceu ao final da 1ª temporada de “Bridgerton”: Simon e Daphne (Phoebe Dynevor) se casaram e tiveram um filho.

Regé-Jean Page aproveitou esse final feliz e o sucesso da série para assinar contrato para vários projetos novos. Mesmo que a produtora Shondaland pretendesse voltar a contar com ele, sua agenda lotada não permitiria. Entre outras produções, o ator atualmente está filmando “The Gray Man”, thriller dirigido pelos irmãos Russo (“Vingadores: Ultimato”) para a própria Netflix, e protagonizará o reboot de “Dungeons & Dragons”, em desenvolvimento na Paramount Pictures.

Em compensação, a atriz Phoebe Dynevor ainda continua na série, por ser irmã do protagonista do segundo arco.

“Daphne continuará sendo uma esposa e irmã devotada, ajudando seu irmão a navegar na próxima temporada social e o que ela tem a oferecer – mais intriga e romance do que meus leitores podem ser capazes de suportar”, completa a nota de “Lady W.”

Os próximos capítulos serão baseados no segundo volume da coleção literária “Os Bridgerton”, de Julia Quinn, intitulado em português “O Visconde que Me Amava”.

Cada exemplar da obra original conta a história de amor de um dos oito irmãos da família Bridgerton e, no segundo volume, o solteiro mais cobiçado da temporada de bailes é Anthony Bridgerton, o visconde do título do livro – charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Quem rouba seu coração é uma recém-chegada a Londres. Kate Sharma é inteligente e teimosa e não tolera idiotas – incluindo Anthony Bridgerton.

O Visconde de Bridgerton voltará a ser vivido por Jonathan Bailey, como na 1º temporada, enquanto sua noiva será encarnada por Simone Ashley (a Olivia da série “Sex Education”).

Com a escalação de Ashley, a série continua sua reformulação do universo de Julia Quinn. Nos livros, o Duque de Hastings, interpretado por Regé-Jean Page, é branco, da mesma forma que Kate, retratada como loira na capa nacional de “O Visconde que Me Amava”. A mudança, desta vez, é até mais radical, pois a personagem teve inclusive o sobrenome alterado para refletir sua mudança racial na série – deixando de ser Kate Sheffield, como na obra original.