Divulgação/Muiraquitã Filmes

Documentário sobre presos da ditadura vence festival É Tudo Verdade

A organização do É Tudo Verdade, o principal festival de documentários da América Latina, anunciou neste domingo (18/4) os vencedores da sua 26ª edição. Tanto “Os Arrependidos”, vencedor da Competição Brasileira de Longas, e “Presidente”, Melhor Filme da Competição Internacional, marcaram o evento com temas políticos.

Dirigido pelos jornalistas Armando Antenore e Ricardo Calil (“Narciso em Férias”), “Os Arrependidos” traz relatos de ex-militantes que, muito jovens, largaram tudo para arriscar a vida por uma causa, mas acabaram presos, torturados e usados como propaganda da ditadura militar.

Já o “Presidente” de Camilla Nielsson mostra como Nelson Chamisa enfrentou a velha guarda nas eleições de Zimbábue.

Entre os curtas, os premiados foram o brasileiro “Yaõkwa: Imagem e Memória”, de Rita Carelli e Vincent Carelli, e a coprodução entre Argentina e México “A Montanha Lembra”, dirigido por Delfina Carlota Vazquez.

Os vencedores dos prêmios de longa-metragem terão novas exibições no dia 20 de abril, em programa duplo às 19h (“Presidente”) e às 21h (“Os Arrependidos”), na seção É Tudo Verdade da plataforma de filmes Looke.

Veja abaixo o debate com os diretores de “Os Arrependidos” realizado virtualmente para o É Tudo Verdade.