Instagram/Chantel Giacalone

Atriz de Efeito Borboleta 3 recebe indenização milionária após perder fala e movimentos

A atriz Chantel Giacalone, que participou de “Efeito Borboleta 3” (2009), foi indenizada em US$ 29,5 milhões por danos cerebrais sofridos após comer um pretzel nos bastidores de um desfile, segundo noticias do Las Vegas Review-Journal.

O caso aconteceu há 8 anos, em 2013, quando Giacalone tinha apenas 27 anos e foi vítima de um choque anafilático, que fez com que ela perdesse a fala e todos os movimentos de seu corpo. Totalmente paralisada, ela se comunica apenas com o movimento de seus olhos.

“Pelo menos teremos como cuidar da minha filha. Fico feliz por isso”, desabafou o pai da atriz sobre a indenização.

A tragédia aconteceu no intervalo de um desfile no Mandalay Bay South Convention Center, quando ela mordeu um pretzel e sofreu um choque anafilático. De acordo com o advogado da família, a atriz ficou muitos minutos sem receber oxigênio no cérebro por atraso no atendimento dos funcionários da MedicWest, empresa que prestava serviços de primeiros socorros no desfile.

A acusação ainda expôs que os dois médicos que estavam no local na hora do incidente não deram tratamento adequado para reações alérgicas e também não tinham acesso aos medicamentos necessários naquele momento.

O argumento dos advogados da empresa MedicWest, de que o estado de saúde de Chantel era irreversível e nem a empresa e nem os médicos que estavam lá tinham culpa, pois já não podiam fazer mais nada, não foram aceitos pelo juiz do caso.

Além de trabalhar em “Efeito Borboleta 3”, a atriz participou da série “Hollow Walls”, no YouTube.