Divulgação/CBS

NCIS e FBI podem ganhar novas séries derivadas

A rede americana CBS planeja ter cada vez mais do mesmo em sua programação. Os produtores das franquias policiais “NCIS” e “FBI” revelaram planos para ampliar suas presenças com novos spin-offs no canal.

Poucos detalhes foram revelados sobre as séries em potencial, mas o derivado de “NCIS” deve se chamar “NCIS: Hawaii”, acompanhando uma equipe de investigadores criminais da Marinha que operam nas ilhas havaianas. Ou seja, o “NCIS” de sempre, mas no Havaí.

A produção do quarto programa do universo “NCIS” está sendo desenvolvida por uma equipe encabeçada por Chris Silber, showrunner de “NCIS: New Orleans”, e ocuparia a vaga temática da recém-cancelada “Hawaii Five-0” (Havaí Cinco-0).

Por sua vez, a terceira série potencial da franquia “FBI”, do produtor Dick Wolf, seria chamada de “FBI: Internacional”. O título ainda é provisório, mas resume o tema dos episódios, que se concentrariam nas operações internacionais do FBI.

O projeto é formatado por um dos principais showrunners das produções de Wolf, Derek Haas, criador das séries do universo de Chicago – “Chicago Fire”, “Chicago Med”, “Chicago PD”, além da cancelada “Chicago Justice”.

Franquia muito recente, “FBI” estreou em 2018 e já gerou o spinoff “FBI: Most Wanted”, lançado no ano passado.

Wolf sugeriu uma terceira expansão ainda em janeiro de 2020, observando que a franquia oferece um “tesouro sem fim de histórias”.

Como parâmetro oposto, “NCIS” é uma das séries mais antigas da programação televisiva atual. Está atualmente em sua 18ª temporada, com uma média impressionante de 9,6 milhões de espectadores por episódio ao vivo e seu sucesso se estende às derivadas “NCIS: New Orleans”, atualmente em sua 7ª temporada, e “NCIS: Los Angeles”, em sua 12ª.

As duas séries originais “NCIS” e “FBI” são as mais assistidas da CBS, respectivamente em 1º e 2º lugar na audiência da rede de TV.