Instagram/Viviane Ferreira

Cineasta Viviane Ferreira é a nova presidente da SPCine

A cineasta e advogada Viviane Ferreira (“Um Dia Com Jerusa”) é a nova diretora-presidente da SPCine, agência paulistana de fomento ao cinema​. Ela entra no lugar da cineasta Laís Bodanzky (“Como Nossos Pais”), que estava no cargo desde fevereiro de 2019.

Em comunicado postado nas redes sociais, o secretário de Cultura Municipal de São Paulo, Alê Youssef, explicou que Bodanzky havia se comprometido a ocupar o cargo por somente dois anos.

“Desde que Laís Bodanzky aceitou nosso convite para assumir a Presidência da SPCine, ela deixou clara sua disposição de se dedicar por dois anos à estruturação e valorização da empresa municipal e do setor audiovisual na cidade. Abrindo mão temporariamente de sua celebrada e premiada carreira, Laís posicionou São Paulo no topo do audiovisual brasileiro e foi certamente a melhor presidente que a SPCine já teve. Que grande honra tê-la ao meu lado como uma das figuras públicas dessa linda equipe que montamos. Muito obrigado, Laís”, elogiou Youssef.

Ele também afirmou que a substituição tem como parâmetro uma política de “continuidade” do que foi feito na gestão de Bodanzky.

“Com orientação do prefeito Bruno Covas, iniciamos junto com a Laís um período de transição para uma nova gestão onde a palavra de ordem é continuidade”, ele escreveu.

Viviane Ferreira, a nova diretora-presidente da Spcine, também recebeu elogios e as boas-vindas no cargo.

Em sua carreira como cineasta, ela dirigiu o longa-metragem “Um Dia Com Jerusa” (2020) e um dos segmentos do documentário “Pessoas: Contar Para Viver” (2019). Seu curta “O Dia de Jerusa” (2014) esteve na seleção de festivais internacionais como de Cannes e de Roterdã. E Youssef complementou sua lista de realizações em seu comunicado.

“Viviane é uma grande referência do setor audiovisual brasileiro. Especialista em políticas públicas para o audiovisual, advogada e cineasta, é Presidente e uma das fundadoras da APAN – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro. Presidiu também o Comitê de Seleção do Oscar 2021, responsável por indicar o representante brasileiro para a Academia de Cinema americana”, enumerou o secretário de Cultura.

“Tenho certeza de que com todo seu conhecimento, capacidade de articulação e ativismo, Viviane vai continuar a fazer a SPCine crescer, participar do nosso trabalho de posicionamento da Cultura na centralidade do desenvolvimento econômico e social da cidade e agregar muito na luta coletiva de amparo, defesa e valorização da nossa Cultura nesse período tão difícil. Bem vinda, Viviane!”, concluiu.