Divulgação/Warner

Diretor confirma que O Esquadrão Suicida será para maiores

O diretor James Gunn confirmou que “O Esquadrão Suicida” será lançado com classificação etária “R”, o equivalente americano a “proibido para menores”. A confirmação aconteceu numa resposta do cineasta a um fã pelo Twitter.

Seguindo a linha dos filmes de super-heróis “Deadpool”, “Logan”, “Coringa” e “Aves de Rapina”, o filme deve conter muita violência e palavrões. Com a classificação “R”, o filme também busca se diferenciar do primeiro “Esquadrão Suicida”, que foi classificado como “PG-13” (para maiores de 13 anos).

Gunn já havia sugerido anteriormente que o filme “não era nada contido” e afirmado que a série derivada do longa, “Peacemaker (sobre o vilão Pacificador), seria para maiores.

Embora os filmes de super-heróis para maiores tenham se tornado mais comuns desde “Deadpool”, o sucesso da série “The Boys” também pode ter facilitado a decisão da Warner. Soma-se a isso, o lançamento simultâneo em streaming (que não está sujeito às restrições etárias cinema) nos EUA.

“O Esquadrão Suicida” tem estreia prevista para em 6 de agosto, tanto nos cinemas quando na plataforma HBO Max, que nesta data já pode estar disponível no Brasil – o plano da WarnerMedia visa um lançamento no segundo trimestre na América Latina.