Divulgação/Columbia Pictures

Victoria Racimo (1943 – 2020)

A atriz Victoria Racimo, que apareceu em vários filmes e séries dos anos 1970 e 1980, morreu em 29 de novembro em Williamsburg, Virgínia (EUA), aos 69 anos. Apesar do tempo transcorrido, a causa de sua morte não foi anunciada.

Nascida em Nova York, mas descendente de Filipinos, ela geralmente era escalada em papéis “étnicos”.

Na TV, gravou episódios de “Mod Squad”, “Mannix”, “Kung Fu”, “Havaí 5-0”, “Fuga das Estrelas” (Logan’s Run) e “Ilha da Fantasia”, entre outras séries, além de ter um arco importante durante a 3ª temporada do popular drama novelesco “Falcon Crest”.

No cinema, foram menos papéis, incluindo pequenas participações no thriller “O Dia do Golfinho” (1973), de Mike Nichols, e no terror “A Semente do Diabo” (1979), de John Frankenheimer. Mas se destacou na aventura “Os Homens da Montanha” (1980), no papel de uma índia resgatada por Charlton Heston, que motivava uma luta por sua “posse”. Seu último filme foi outra incursão a “terras selvagens”, “Caninos Brancos 2: A Lenda do Lobo Branco” (1994).

Após desistir de atuar nos anos 1990, Racimo passou a dirigir, escrever e produzir. Ela foi produtora executiva da comédia “Casi Casi” (2006) e escreveu e dirigiu o documentário “One Day”, sobre uma reserva para cavalos de corrida puro-sangue e éguas reprodutoras. Uma forte defensora do bem-estar e direitos dos equinos, ela também escreveu em 2017 um livro sobre “A Vida Equestre de Elvis Presley”.