Divulgação/Fox

Wentworth Miller diz que não volta mais a Prison Break: “chega de heteros”

O ator Wentworth Miller, conhecido pelo papel de Michael Scofield em “Prison Break”, anunciou nesta segunda (9/11) que não tem interesse em voltar ao personagem em novos projetos relacionados à série. Em uma publicação nas redes sociais, o ator afirmou que não quer mais interpretar personagens heterossexuais.

“Estou fora. De PB [‘Prision Break’]. Oficialmente. Não por causa de ofensas nas redes sociais (embora isso tenha ajudado a questão). Eu só não quero interpretar mais personagens heterossexuais. As histórias deles foram contadas (e recontadas). Então. Não há mais Michael. Se você era fã da série esperando por temporadas adicionais… Eu entendo que isso é decepcionante. Eu sinto muito. Se você está incomodado porque se apaixonou por um homem hetero fictício interpretado por um gay na vida real… Isso é trabalho” escreveu em texto, após um desabafo sobre sua relação com as redes sociais.

Miller esteve presente em todas as cinco temporadas da série como Michael Scofield, um engenheiro que vai para a prisão por vontade própria com um plano para fugir com o irmão mais velho, Lincoln Burrows, incriminado por um crime que não cometeu.

Criada por Paul Scheuring em 2005, a produção da 20th Century Fox Television empolgou o público americano com suas várias reviravoltas, fugas arrojadas, perseguições implacáveis e a revelação de uma conspiração por trás de todos os eventos, mas foi cancelada na 4ª temporada com a morte de Scofield. Só que esse fim trágico não durou muito. A trama ganhou nova vida ao entrar na Netflix, tornando-se uma das mais maratonas da plataforma e inspirando a rede Fox a ressuscitar o protagonista e produzir uma 5ª temporada em 2017. Mesmo com uma história fraca, a produção manteve uma boa audiência e o canal passou a discutir uma 6ª temporada, que só não se materializou porque as conversas foram interrompidas pela venda do estúdio Fox para a Disney.

Ao ver o post de Miller nas redes sociais, seu parceiro na série, Dominic Purcell, intérprete de Lincoln, comentou a decisão do colega num tom que aponta para o fim do projeto de outra temporada.

“Foi divertido, companheiro. Que viagem que foi. Apoio totalmente e entendo seu raciocínio. Que bom que você tomou esta decisão para sua saúde e sua verdade. Continue com as postagens. Te amo, irmão”, escreveu Purcell.

Além de “Prison Break”, Miller e Purcell também trabalharam juntos no Arrowverso, interpretando os vilões reformados Capitão Frio e Onda Térmica nas séries “The Flash” e “Legends of Tomorrow”.

As cinco temporadas produzidas de “Prison Break” foram recentemente disponibilizadas na Globoplay.

Ver essa foto no Instagram

"This is my favorite IG account," someone wrote in response to a recent post. Thank you. I want you to know I saw that. I see the positive comments and DMs (a lot of them anyway). Affectionate. Supportive. Appreciated (by me). Obviously there are comments and DMs I appreciate less. Who are these people? On my page? What backwards-ass, Stone Age values country did they crawl out of? The U.S.? I won't be disappearing (too many cool things to repost). The ability to comment likely will. I'm not concerned for myself. I can't be "bullied" in this space. I have too much power. "Delete. Block. Deactivate." Etc. But I take seriously the possibility of queer kids visiting here, recently out of the closet or exploring the idea… I don't want them exposed to bullshit. On a related note… I'm out. Of PB. Officially. Not bec of static on social media (although that has centered the issue). I just don't want to play straight characters. Their stories have been told (and told). So. No more Michael. If you were a fan of the show, hoping for additional seasons… I understand this is disappointing. I'm sorry. If you're hot and bothered bec you fell in love with a fictional straight man played by a real gay one… That's your work. – W.M. 🏳️‍🌈

Uma publicação compartilhada por @ wentworthmiller em