Divulgação/Paramount

Um Lugar Silencioso vai ganhar terceiro filme

O silêncio foi quebrado. A Paramount anunciou que o terror sci-fi pós-apocalíptico “Um Lugar Silencioso” vai ganhar um terceiro filme. Será uma produção derivada dos dois filmes produzidos, o original de 2018 e a continuação que estreia, após diversos adiamentos devido à pandemia, em abril de 2021.

O cineasta Jeff Nichols, responsável por dramas indies premiados como “Amor Bandido” (2012) e “Loving: Uma História de Amor” (2016), vai escrever e dirigir o spin-off, ainda sem título, mas que deverá ser conectado aos eventos da franquia escrita, produzida e dirigida por John Kransiski.

O diretor, produtor e co-roteirista do filme original, bem como da sequência inédita, foi quem teve a ideia para a nova história. Kransiski também produzirá o novo longa, por meio de sua produtora Sunday Night, em parceria com o cineasta Michael Bay (de “Transformers”).

A franquia “Um Lugar Silencioso” se passa num futuro pós-apocalíptico, após criaturas cegas, mas com audição aguçada, dominarem o planeta, guiando-se pelo som para devorar a humanidade. A trama do primeiro filme acompanhou uma família que tentava fazer o possível para ficar em silêncio e viva, e se provou um fenômeno de público e crítica, arrecadando mais de US$ 340 milhões em todo o mundo com um orçamento de menos de US$ 20 milhões – além de ter recebido uma indicação ao Oscar de Melhor Edição de Som.

O filme derivado será a segunda sci-fi de Nichols, que também escreveu e dirigiu “Destino Especial” (Midnight Special), um thriller de ficção científica lançado em 2016 pela Warner Bros.

Uma curiosidade de Nichols é que o diretor tem um ator talismã, Michael Shannon, que aparece em todos os seus filmes desde o primeiro, “Separados Pelo Sangue”, em 2007. Imagina-se que ele também participará do novo projeto.