Divulgação/Warner

Lanterna Verde: Roteirista do filme vai criar a série do herói

A série do super-herói Lanterna Verde, atualmente em desenvolvido para a plataforma HBO Max, definiu o comando de sua equipe criativa. O roteirista Marc Guggenheim, que ajudou a escrever o péssimo filme do personagem (só 26% de aprovação no Rotten Tomatoes), vai ter uma segunda chance como showrunner da atração, ao lado de Seth Grahame-Smith, autor de “Orgulho e Preconceito e Zumbis” e “Lego Batman: O Filme”.

Os dois vão escrever o piloto e comandar a série, que recebeu uma encomenda inicial de 10 episódios.

Eles trabalharão na produção com outro responsável pelo filme de 2011, o produtor Greg Berlanti, que se tornou o bem-sucedido mentor do Arrowverso na rede The CW. Berlanti e Guggenheim foram justamente os responsáveis pelo roteiro do piloto de “Arrow”, que inaugurou o universo de séries atuais da DC Comics na TV americana.

O projeto dos produtores é reintroduzir o Lanterna Verde como uma saga que se estende por décadas e galáxias, e contará com vários Lanternas Verdes diferentes. Nos quadrinhos, eles são os policiais galácticos que patrulham o universo conhecido e desconhecido.

Ao contrário do filme, centrado no Lanterna Verde mais famoso, Hal Jordan, da Era de Prata dos quadrinhos, a série será girar em torno de outros personagens. O site The Hollywood Reporter citou Guy Gardner, Jessica Cruz, Simon Baz e Alan Scott, além dos Lanternas alienígenas Kilowog e Sinestro, um ex-Lanterna transformado em vilão.

Alan Scott é o Lanterna Verde original, apresentado pela primeira vez em 1940, mas reciclado numa nova versão na última década. Após o reboot mais recente da DC Comics, ele passou a ser retratado como um personagem gay. Gardner foi criado na década de 1960 e ganhou popularidade no final dos anos 1980, quando sua visão conservadora passou a ser retratada como alívio cômico na revista da Liga da Justiça. Já Cruz, uma latina, e Bax, um muçulmano-americano, são criações mais recentes.

Os personagens mais conhecidos, como Hal Jordan, John Stewart e Kyle Raynor não farão parte da série, apesar do final de “Arrow” ter sugerido a transformação de John Diggle (David Ramsey) num Lanterna – uma versão de John Stewart do Arrowverso.

De todo modo, os principais detalhes estão sendo mantidos em sigilo. Mas há rumores de que o programa será o mais caro produzido por Berlanti, superando os custos de “Stargirl”.

A expectativa de começo da produção é apenas para o ano que vem, já que a dupla encarregada precisa alinhavar um esboço da trama da temporada antes de começar a fase de contratações.