Divulgação/Warner

James Gunn diz ter recebido carta branca para matar o Esquadrão Suicida

O diretor James Gunn revelou ter recebido carta branca da Warner e da DC para matar os personagens que quisesse no novo filme do Esquadrão Suicida.

A revelação foi feita pelo cineasta ao responder a um seguidor no Twitter, que questionou se a Arlequina, interpretada por Margot Robbie, estaria protegida de qualquer dano colateral da produção.

“Nenhum personagem foi protegido pela DC. Eles me deram carta branda para fazer o que eu quisesse. Essa foi uma das coisas nas quais concordamos antes de eu aceitar trabalhar para eles. Eu não estava procurando uma forma de chocar, mas queria que o público soubesse que qualquer coisa poderia acontecer”, afirmou.

Aparentemente, o acordo é bem diferente do feito com o diretor do primeiro filme dos personagens, David Ayer, que contou ter sido “podado” pela Warner em vários momentos da produção.

Graças ao sucesso de “Guardiões da Galáxia”, Gunn não teve que enfrentar o mesmo problema.

Além de Margot Robbie como Arlequina, o filme vai aproveitar poucos integrantes do primeiro “Esquadrão Suicida”: apenas Joel Kinnaman (Rick Flag), Jai Courtney (Capitão Bumerangue) e Viola Davis (Amanda Waller).

O resto do elenco é repleto de novidades, incluindo a brasileira Alice Braga (“A Rainha do Sul”), Idris Elba (“Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw”), John Cena (“Bumblebee”), Peter Capaldi (o “Doctor Who”), David Dastmalchian (“Homem-Formiga”)a, Storm Reid (“Euphoria”), Nathan Fillian (“Castle”), Flula Borg (“A Escolha Perfeita 2”), Pete Davidson (“Saturday Night Live”), Michael Rooker (também de “Guardiões da Galáxia”), Mayling Ng (a Gamora do game “Marvel Strike Force”), Sean Gunn (irmão do diretor e Kraglin nos “Guardiões da Galáxia”), Joaquín Cosio (“007: Quantum of Solace”), Steve Agee (“Superstore”), Jennifer Holland (“Brightburn”), Tinashe Kajese (“Valor”), a portuguesa Daniela Melchior (“O Caderno Negro”), o argentino Juan Diego Botto (“Jogos Infantis”) e até o cineasta neo-zelandês Taika Waititi (“Jojo Rabbit”).

Atualmente em fase de pós-produção, o novo filme, batizado apenas de “O Esquadrão Suicida”, tem estreia marcada para agosto de 2021.