Free Guy ganha trailer legendado e vídeo zoando os adiamentos de cinema

A 20th Century Studios divulgou mais um pôster e dois novos vídeos de “Free Guy: Assumindo o Controle”. Um deles é o trailer legendado, que explica a história e promete um filme divertido, cheio de explosões. O outro é um teaser que transforma em humor a tragédia atual do cinema, num ano em que várias estreias estão sendo adiadas sem parar.

Apesar do lançamento do filme estar marcado para dezembro deste ano, o segundo vídeo traz o elenco gravando mensagens para estreias em datas alternativas – além do Natal, no Ano Novo, no Dia dos Namorados, no Dia da Independência, no Halloween do ano que vem, antes da queda do meteoro, etc. “Acho que cobrimos tudo”, diz o diretor Shawn Levy (“Uma Noite no Museu”). “Sim, por uns 40 ou 50 anos”, confirma o astro Ryan Reynolds (“Deadpool”).

Originalmente, o filme chegaria aos cinemas em julho, mas após a pandemia de coronavírus transformou-se num lançamento natalino, aguardado agora para 10 de dezembro no Brasil – um dia antes da estreia nos EUA.

Na trama, Reynolds vive um bancário comum. Ou melhor, um figurante de videogame, que só aparece numa cena de assalto. Num belo dia, ele resolve reagir a um jogador e se torna autoconsciente, descobrindo que sua existência é artificial e criada por um programador de games (Taika Waititi, de “Jojo Rabbit”).

O elenco também destaca Joe Keery (“Stranger Things”), Lil Rel Howery (“Corra!”) e Jodie Comer (“Killing Eve”), que vive uma heroína no jogo. Ela ajuda Guy a enfrentar os perigos causados por sua rebelião.

O roteiro escrito por Matt Lieberman foi adquirido em 2016 pela então chamada 20th Century Fox. Nesse meio tempo, ele andou bastante ocupado, escrevendo inúmeros projetos para grandes estúdios de Hollywood, entre eles, as animações de “A Família Addams” e “Scooby-Doo”.

O filme também marca o retorno do diretor Shawn Levy à direção, seis anos após o fracasso de seu último longa, “Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba”. Desde então, ele vinha se concentrando na atividade de produtor, emplacando com sucesso a série “Stranger Things”.