Divulgação/Globo

Globo dispensa Glória Menezes e Tarcísio Meira após meio século de novelas clássicas

A Globo dispensou o casal mais famoso de sua História, Glória Menezes e Tarcísio Meira, após mais de meio século de contrato. Os astros que marcaram época nas novelas da emissora não tiveram seus contratos renovados. O fim do vínculo de 53 anos é resultado da política de cortes de gastos que a emissora está implementando por conta da pandemia do coronavírus, que reduziu suas receitas publicitárias em cerca de 30%.

O casal estreou na emissora em 1967, na novela “Sangue e Areia”, de Janete Clair (1925-1983), e levou seu romance para as telas em produções clássicas como “Irmãos Coragem” (1970), “Cavalo de Aço” (1973), “Espelho Mágico” (1977), “Guerra dos Sexos” (1983), “Torre de Babel” (1998) e “A Favorita” (2008), entre muitas outras.

Como aconteceu com outros atores que não tiveram o vínculo renovado pela emissora, eles poderão voltar a Globo para novos projetos, só que contratados por obra e não mais por longo prazo.

“Tarcísio e Glória, com quem tivemos uma longa parceria de sucesso, têm abertas as portas para projetos em nossas múltiplas plataformas. Nos últimos anos, temos tomado uma série de iniciativas para preparar a empresa para os desafios do futuro. Com isso, temos evoluído nos nossos modelos de gestão, de criação, de produção e de desenvolvimento de negócios. Em sintonia com as transformações do mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas com seus talentos”, disse a Globo em nota.

Os dois astros dão ainda maior peso à lista de estrelas dispensadas pela Globo em 2020, que já incluía Renato Aragão, com 44 anos de casa, e Miguel Falabella, 38 anos. Além de Aguinaldo Silva, Zeca Camargo, Vera Fischer, José de Abreu e vários outros cortados.

Atualmente com 84 anos, o último papel de Tarcísio Meira na emissora foi na novela “Orgulho e Paixão” (2018), com o personagem Lorde Williamson. Ele precisou abandonar a produção quatro meses antes do previsto porque estava com a saúde debilitada por uma insistente infecção pulmonar.

Já Gloria Menezes, que completa 86 anos em outubro, está no ar com seu derradeiro papel, a ricaça megera Stelinha, na reprise de “Totalmente Demais” (2015).

Vale observar que os cortes não refletem uma crise financeira na emissora. Ao contrário. Desde que passou a dispensar artistas de longo vínculo, que recebiam salários sem trabalhar, a emissora passou a registrar lucros cada vez maiores. De fato, o lucro disparou 215% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre abril e junho de 2019, sem coronavírus e com muitas produções em andamento, a Globo teve saldo positivo de R$ 178 milhões. Já no segundo trimestre de 2020, com cortes na folha de pagamento e gastos em produções suspensos pela pandemia, a emissora lucrou R$ 560 milhões.