Até criador do musical Cats acha o filme “ridículo”

Não foram só os críticos – e boa parte do público – que acharam “Cats” terrível. O próprio criador do musical original considerou a adaptação cinematográfica um horror, usando a palavra “ridículo” para definir seu resultado.

Em entrevista ao jornal Sunday Times, Andrew Lloyd Weber, o criador de “Cats”, destruiu o filme.

“O principal problema foi que Tom Hooper [o diretor] não quis, no filme, a participação de ninguém que esteve envolvido com a produção teatral. A coisa toda ficou simplesmente ridícula”, ele resumiu.

Lloyd Weber criou “Cats” há 39 anos. Desde a estreia em Londres, em 11 de maio de 1981, o musical ganhou o mundo, multiplicou-se em exibições e estima-se que tenha arrecadado US$ 3,5 bilhões de bilheteria.

Mas esse sucesso nem passou perto do cinema. Além das críticas negativas, “Cats” arrecadou apenas US$ 73 milhões nas bilheterias mundiais, dando um prejuízo animal para a Universal, que investiu US$ 95 milhões só nas filmagens.

Para completar, o longa ainda venceu seis Framboesas de Ouro, a premiação dos piores de Hollywood, incluindo a desprestigiada categoria de Pior Filme do ano.