Divulgação/Lionsgate

A Escolhida: Terror com Janelle Monáe terá lançamento digital nos EUA

A Lionsgate anunciou que não vai mais lançar “A Escolhida” (Antebellum) nos cinemas nos EUA. O terror estrelado pela cantora Janelle Monáe (“Estrelas Além do Tempo”) se tornou o mais recente filme de Hollywood que terá um lançamento direto em VOD premium, devido à nova pandemia de coronavírus.

A estreia digital foi marcada para 18 de setembro. Apesar disso, o filme deverá conseguir distribuição cinematográfica em alguns mercados internacionais. No Brasil, o lançamento está a cargo da Paris Filmes, que pretendia fazer a estreia em 15 de outubro. A disponibilização em VOD, porém, aumenta a possibilidade de pirataria pela internet, como se pôde verificar com o sucesso nacional do filme “Black Is King”, de Beyoncé, supostamente inédito no Brasil.

“Embora a experiência teatral sempre seja o coração de nossos negócios, estamos entusiasmados por poder aproveitar a oportunidade para combinar o filme urgente e imediato de Gerard e Chris com uma estratégia de lançamento adequada a esse momento de mudança extraordinária”, disse o chefe do departamento de cinema da Lionsgate, Joe Drake, em um comunicado. “Gerard e Chris são contadores de histórias cujo trabalho pulsa com autenticidade – este filme não só entreterá e emocionará o público em todo o mundo, mas também desencadeará uma discussão sobre o mundo atual.”

Bush e Renz acrescentaram: “Enquanto projetamos ‘A Escolhida’ para ser consumido como uma experiência coletiva no cinema, estamos entusiasmados pela oportunidade única de ser de um tipo diferente de momento comunitário em nossa cultura. Ao enfrentarmos as realidades do racismo sistêmico em nosso país, que cresceram até o atual ponto limite de 2020, entendemos como é imperativo levar ‘A Escolhida’ ao maior público possível, além de priorizar a saúde e a segurança. É nossa ardente esperança que, ao compartilhar amplamente nosso filme, nacional e internacionalmente, transformaremos a experiência de ver cinema em casa em um verdadeiro evento.”

A estreia original do filme estava marcada para 24 de abril nos Estados Unidos, mas a previsão foi atropelada pela pandemia do novo coronavírus. A Lionsgate chegou a remarcar a produção para 21 de agosto. Mas os cinemas permanecem fechados há duas semanas desta data.

Em “A Escolhida”, Monáe interpreta uma autora rica e bem-sucedida de livros, que inexplicavelmente se vê transportada e presa no passado, durante a época da escravidão – ou numa aterrorizante recriação desse período brutal. Forçada a descobrir a verdade por trás de sua experiência, ela resolve liderar uma rebelião.

O filme é o primeiro longa dirigido e escrito por Bush e Renz, que são mais conhecidos por seu trabalho em publicidade e pelo clipe “Kill Jay-Z”.

Além de Monáe, o elenco ainda destaca Kiersey Clemons (“Além da Morte”), Jena Malone (“Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”), Jack Huston (“Ben-Hur”), Eric Lange (“Inacreditável”), Gabourey Sidibe (“American Horror Story”) e Robert Aramayo (“Game of Thrones”).

Veja abaixo o trailer nacional da produção.