Divulgação/Warner

Warner terá “disque-denúncia” contra falhas de segurança em filmagens na pandemia

A Warner Bros. decidiu mostrar que vai levar a sério as medidas de segurança contra o coronavírus na volta a seus sets de produção. Segundo apurou com exclusividade o site Deadline, o estúdio criou uma espécie de “disque-denúncia” anônimo para que funcionários possam informar qualquer infração vislumbrada em relação à prevenção contra a covid-19.

O estúdio está próxima a retomar as filmagens de algumas de suas maiores produções, como “Animais Fantásticos 3” e “The Batman”, que retomarão as atividades no Reino Unido, após um hiato de três meses.

Kevin Trehy, vice-presidente executivo de produção física da Warner Bros, teria anunciado a medida na semana passada, durante um painel da indústria, realizado a portas fechadas para membros do sindicato britânico Bectu, que cobre profissionais do setor audiovisual e das artes cênicas do Reino Unido. Trehy, que faz parte da força-tarefa da retomada das produções da WarnerMedia, acrescentou que a empresa pretende ouvir calmamente todas as equipes e ainda contratou consultores de segurança para atenuar preocupações.

Ele acrescentou que a Warner Bros se tornou “nossa força policial mais rigorosa” em termos de protocolos de segurança contra coronavírus, ultrapassando as diretrizes da indústria britânica, incluindo aquelas elaboradas pela British Film Commission com contribuições de empresas como Bectu.

Em junho, o estúdio ajudou a formular, com outros produtores e sindicatos de Hollywood, um documento que estabelece as regras essenciais para o retorno das filmagens em meio à pandemia.

Testes periódicos, medidas de distanciamento, a criação de um cargo de “supervisor” de coronavírus e até o banimento dos roteiros de papel estão entre as sugestões.