Divulgação/HFPA

Globo de Ouro muda regras para premiação de filmes estrangeiros

Assim como aconteceu com o Oscar, a Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês) também anunciou alterações temporárias nas regras para o Globo de Ouro de 2021, devido à pandemia do novo coronavírus.

As mudanças se concentram na categoria dos filmes de língua estrangeira.

A alteração abrange desde o período até o formato em que os filmes podem ser lançados. Agora, poderão concorrer ao prêmio filmes lançados a partir do dia 15 de março até a data que a HPFA determinar – definida a partir da reabertura dos cinemas no país de origem do filme – que forem lançados em qualquer país, sem ser necessariamente o de origem, e em qualquer formato — como em streaming, canal pago e transmissão de televisão.

As novas regras temporárias exigem que: “Os filmes em língua estrangeira que tiveram exibição cinematográfica planejada para começar em seu país de origem durante o período de 15 de março até uma data a ser determinada pelo HFPA quando os cinemas naquele país geralmente reabrirem, em vez disso, podem ser lançado em qualquer país, em qualquer formato (VOD, televisão, streaming de assinatura, canal pago, etc.) e serem elegíveis para os prêmios de cinema em língua estrangeira do Globo de Ouro”.

Os filmes também não precisarão ser exibidos para os membros do comitê da HPFA em uma sala de projeção como feito anteriormente. Nas novas regras, os distribuidores de filmes precisam entrar em contato com a HPFA e fornecer ao comitê de nomeações um link de exibição ou cópia em DVD do filme para que os membros vejam em casa.

A data da premiação do 93º Globo de Ouro ainda não foi anunciada, mas as comediantes Tina Fey e Amy Poehler já estão confirmadas como apresentadoras da cerimônia.