Diretor de Chernobyl vai comandar minissérie do roteirista do filme Judy

O diretor Johan Renck, vencedor do Emmy por “Chernobyl”, vai comandar uma nova minissérie. Ele próprio indicou o tema, ao escrever “Algo está vindo” junto da capa de um livro no Instagram.

Trata-se da adaptação de “The Magus”, escrito por John Fowles (“O Colecionador”). No livro, o jovem professor inglês Nicholas Urfe se muda para uma ilha grega a trabalho e vê envolvido nos jogos mentais de um enigmático milionário recluso no local, cada vez mais complexos e perigosos.

Publicada em 1965, a obra já ganhou uma adaptação para os cinemas em 1968, batizada no Brasil de “Mago – O Falso Deus”. Adaptado pelo próprio Fowles, o filme estrelado por Michael Caine e Anthony Quinn dividiu opiniões na época de seu lançamento.

O roteiro da adaptação está a cargo de Tom Edge, que escreveu o filme “Judy”, pelo qual Renée Zellweger venceu o Oscar de Melhor Atriz. Edge também trabalhou em vários episódios de “The Crown”, entre eles “Paterfamilias”, que rendeu o Emmy de Melhor Diretor para Stephen Daldry.

Para completar, a produtora responsável pelo projeto é a Neal Street Productions, empresa do cineasta Sam Mendes, que realizou o premiado longa “1917”, vencedor de três Oscars.

Como é praxe entre os contratos assinados durante a pandemia de coronavírus, não há cronograma de produção nem previsão de estreia para a minissérie.

Ver essa foto no Instagram

Something is brewing 🌚

Uma publicação compartilhada por Johan Renck (@johanrenck) em