Justin Timberlake lança primeiro clipe da trilha sonora de Trolls 2



Justin Timberlake divulgou o clipe de “The Other Side”, que faz parte da trilha de “Trolls 2”, sequência de animação em que o cantor dubla um dos personagens principais.

A música é um dueto dançante com a cantora SZA. E o vídeo registra a dupla dançando e cantando em cenários prateados e espelhados, com direção de Daniel Russell (do popular clipe “Motivation”, de Normani).

Com apelo pop descarado, a gravação deve repetir o sucesso de “Can’t Stop The Feeling!”, música de Timberlake para o primeiro “Trolls”, que se tornou um grande hit – além de ter recebido indicação ao Oscar de Melhor Canção Original.

Timberlake canta várias outras músicas na trilha sonora, sempre em parcerias – com Anderson.Paak, Mary J. Blige, Kelly Clarkson, Gwen Stefani, Zooey Deschanel, James Corden, Icona Pop, Anna Kendrick e até com o veterano funkeiro George Clinton.

No novo longa, a rainha Poppy e Branch (ou Tronco, na versão dublada) fazem uma descoberta surpreendente: existem outros mundos de Troll além do deles, cada um definido por um gênero diferente de música.


A continuação traz Justin Timberlake e Anna Kendrick de volta aos papéis de Branch e Poppy, respectivamente. E entre as novidades no elenco estão Sam Rockwell (“Três Anúncios de um Crime”), Chance the Rapper (“Slice”), Anthony Ramos (“Nasce uma Estrela”), Karan Soni (“Deadpool”), Jamie Dornan (“Cinquenta Tons de Cinza”), Mary J. Blige (“The Umbrella Academy”) e até Ozzy Osbourne (“Um Diabo Diferente”). Nas cópias sem dublagem em português, ao menos.

Os roteiristas são os mesmos do primeiro filme, Jonathan Aibel e Glenn Berger, e a direção está a cargo da dupla Walt Dohrn e David P. Smith, que estreiam em longa-metragem após comandarem episódios de séries animadas.

A animação tem estreia marcada para 16 de abril no Brasil, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings