Diretor de Parasita tem recepção de herói na Coreia do Sul

O diretor de “Parasita”, Bong Joon-ho, desembarcou na Coreia do Sul neste domingo (12/2) após conquistar quatro estatuetas do Oscar, inclusive o de Melhor Filme, e teve uma recepção de herói.

Cerca de 300 repórteres e fãs o aguardavam o cineasta no Aeroporto Internacional de Incheon, e ele foi saudado com aplausos efusivos ao sair da área de desembarque internacional.

“Obrigado pelos aplausos, gostaria de enviar aplausos de volta a vocês por lidarem tão bem com o coronavírus”, disse Bong aos jornalistas, que usavam máscaras de proteção. “Vou me juntar aos esforços para superar o corona lavando minhas mãos cuidadosamente. Feliz de estar em casa”.

Bong Joon-ho ainda pediu desculpas por dar tanto trabalho, fazendo a imprensa do país se deslocar para o exterior desde maio passado, quando “Parasita” venceu o Festival de Cannes. Comentando que a agenda internacional foi muito longa, ele ressaltou que ficou “feliz por tudo terminar bem”. E acrescentou: “agora posso voltar ao meu trabalho principal, que é criar filmes”.

Ele terminou dizendo que dará uma entrevista coletiva sobre o Oscar com o elenco do filme na próxima quarta-feira (19/2).

“Parasita” foi a primeira produção falada em língua estrangeira a conquistar o Oscar de Melhor Filme nos 92 anos de história do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA.