Série derivada de Game of Thrones só vai estrear em 2022

A série “House of the Dragon”, derivada de “Game of Thrones”, só deve estrear em 2022, informou o chefe de programação da HBO, Casey Bloys, durante o evento semestral da TCA (Associação dos Críticos de TV dos EUA).

Sem dar muitos detalhes de quando começará a pré-produção, Bloys ainda explicou porque o outro spin-off da saga, que seria estrelado por Naomi Watts, não recebeu a aprovação do canal.

Para ele, o piloto escrito por Jane Goldman tinha menos relação com a série original, já que se passava 8 mil anos antes dos eventos de “Game of Thrones”. “Foi um grande desafio inventar todo um mundo”, considerou Blois. “Mas ‘House of the Dragon’ teve uma grande vantagem, que era se basear num texto de George R.R. Martin e seguir a história dos Targaryen. Havia mais conexão. Foi mais fácil de dizer: ‘Ok, vamos fazer essa série'”. Ele completou: “Às vezes essas coisas clicam e outras vezes não.”

“House of the Dragon” é assinada pelo roteirista Ryan J. Condal (criador da série sci-fi “Colony”) e se baseia no livro “Fogo & Sangue”, de George R.R. Martin, criador da saga literária que inspirou “Game of Thrones”. A trama se passa cerca de 300 anos antes dos eventos da série.

A atração recebeu encomenda de 10 episódios iniciais e contará entre seus diretores com um veterano de “Game of Thrones”, Miguel Sapochnik, vencedor do Emmy pelo celebrado capítulo da “Batalha dos Bastardos”. Além de dirigir o primeiro capítulo, Sapochnik também será um dos produtores da nova série.