Divulgação/Kensington Royal

Rainha Elizabeth II se pronuncia sobre pedido de independência de “Harry e Meghan”

A rainha Elizabeth II, do Reino Unido, emitiu um comunicado real nesta segunda (13/1), após realizar uma reunião de família sobre o desejo de independência do príncipe Harry e de sua mulher, a atriz Meghan Markle. No comunicado, a monarca afirma “respeitar totalmente” a vontade do casal de abandonar suas posições como “membros sêniores” da família real e estabelece um “período de transição” para que se afaste de suas obrigações oficiais.

“Minha família e eu respeitamos totalmente o desejo de Harry e Meghan de construir uma nova vida como uma jovem família. Embora nós preferíssemos que eles continuassem a trabalhar em tempo integral como membros da família real, respeitamos e entendemos seu desejo de viver uma vida mais independente como família, mantendo-se como uma parte valiosa da minha família”, disse a monarca de 93 anos, demonstrando uma certa relutância.

A rainha disse que haverá um período de transição durante o qual o casal dividirá seu tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, abandonando, gradualmente, suas obrigações oficiais.

O comunicado também chamou atenção pelo uso dos primeiros nomes de Harry e Meghan pela rainha britânica, em vez de seus títulos de duque e duquesa de Sussex, algo que, segundo a imprensa britânica, indica que o casal perderá seus títulos reais.

Segundo a rainha Elizabeth II, Harry e Meghan “deixaram claro que não querem ser dependentes de fundos públicos em suas novas vidas”. Isto é, sua independência não será bancada por mesada do tesouro britânico.

O comunicado, contudo, afirma que o afastamento completo do casal é um “assunto complexo” e ainda há detalhes pendentes que serão finalizados nos próximos dias.