Dolittle ganha segundo trailer, quase igual ao primeiro



A Universal divulgou um novo pôster e o segundo trailer de “Dolittle”, que é quase igual ao primeiro, desde a trilha com “What a Wonderful World” – uma das músicas mais usadas em trailers – até a seleção de cenas, que não explicam a trama, preferindo enfatizar os efeitos e o clima de aventura vitoriana.

A fantasia estrelada por Robert Downey Jr. (“Vingadores: Ultimato”) traz o intérprete do Homem de Ferro como outro personagem famoso da ficção juvenil: o Dr. Dolittle. médico que possui a estranha habilidade de falar com animais. Criado por Hugh Lofting há cerca de 100 anos, o personagem já rendeu inúmeras adaptações cinematográficas, entre elas “O Fabuloso Doutor Dolittle” (1967), que chegou a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme, e a comédia “Dr. Dolittle” (1998), que teve até sequência em 2001, ambas estreladas por Eddie Murphy.

Além de Downey Jr., a produção terá vários astros famosos, inclusive outro intérprete de super-herói da Marvel. Só que o público brasileiro pode nem perceber, porque a maioria participa da dublagem dos animais falantes e suas vozes serão substituídas por profissionais nacionais – que falam “Dolirou” em português – , na maioria das cópias que devem ser exibidas nos cinemas brasileiros.

As vozes célebres cortadas da versão dublada nacional são de Tom Holland (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”), Selena Gomez (“Um Dia de Chuva em Nova York”), Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”), Marion Cotillard (“Macbeth”), Kumail Nanjiani (“Doentes de Amor”), Octavia Spencer (“A Forma da Água”), Emma Thompson (“O Bebê de Bridget Jones”), Carmen Ejogo (“Alien: Covenant”) e Ralph Fiennes (“O Grande Hotel Budapeste”).

Já os demais personagens humanos são interpretados por Michael Sheen (“Passageiros”), Antonio Banderas (“Os Mercenários 3”), Ralph Ineson (“A Bruxa”) e Jessie Buckley (“Chernobyl”) – que será a jovem Rainha Victoria.



A direção e o roteiro estão a cargo de Stephen Gagham, que até então nunca tinha feito um filme infantil. Ele é mais conhecido por épicos político-econômicos como o premiado “Syriana – A Indústria do Petróleo” (2005) e o recente fracasso “Ouro” (2016).

A estreia está prevista para 20 de fevereiro no Brasil, um mês depois do lançamento nos Estados Unidos.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings