Anaconda vai ganhar nova versão nos cinemas

A Sony aprovou uma nova versão de “Anaconda”, filme de 1997 sobre uma cobra gigante, que foi um dos primeiros sucessos da carreira de Jennifer Lopez no cinema.

O estúdio contratou o roteirista Evan Daugherty, de “Branca de Neve e o Caçador”, “Divergente” e “As Tartarugas Ninja”, para escrever a nova história. Todos os filmes citados originaram franquias – as sequências é que decepcionaram. Daugherty também é autor da trama de “Tomb Raider: A Origem”, cuja continuação está atualmente em desenvolvimento.

Segundo apurou o site The Hollywood Reporter, o novo “Anaconda” não será um remake, mas uma reimaginação da história original – ou seja, terá outra premissa e personagens.

A ideia é fazer uma produção assumidamente B, mas com orçamento de filme A, tentando emular o sucesso de “Megatubarão” em 2018, que, como revela o título, era sobre um tubarão gigante.

No filme de 1997, documentaristas vividos por Jennifer Lopez, Ice Cube, Eric Stoltz e Owen Wilson embarcam numa viagem pelos rios da Amazônia com o guia malucaço encarnado por Jon Voight, visando gravar uma tribo indígena isolada, quando se deparam com a cobra monstruosa do título.

Destruído pela crítica na época (40% no Rotten Tomatoes), o filme acabou arrecadando mais de US$ 136 milhões e virou cult. Seu legado, porém, foi uma franquia de produções trash lançadas diretamente em vídeo – mais três “Anacondas” e um crossover, “Lake Placid vs. Anaconda” (2015), em que a cobra amazônica enfrenta o crocodilo gigante de “Pânico no Lago” (1999).

Vale lembrar que, antes de escrever o primeiro “Anaconda”, os roteiristas Jim Cash e Jack Epps Jr. também tinham blockbusters no currículo, como “Top Gun: Ases Indomáveis” (1986), “Perigosamente Juntos” (1986) e “Dick Tracy” (1990).

O novo “Anaconda” não tem previsão de estreia nos cinemas.

Reveja abaixo o trailer do filme original, que atualmente pode ser assistido em vários serviços de VOD.