Matrix vai voltar aos cinemas em comemoração aos 20 anos do lançamento



A rede Cinemark anunciou que fará sessões especiais de “Matrix” para celebrar os 20 anos de lançamento do filme. As exibições vão acontecer entre os dias 5 e 12 de dezembro, sempre às 21h, e os ingressos já estão à venda – no aplicativo Cinemark, site e bilheterias da rede.

A trama já clássica passa-se em um futuro no qual uma Inteligência Artificial tomou conta do mundo. A maioria das pessoas, no entanto, vive sem saber disso, habitando uma “simulação” virtual do planeta antes do apocalipse. Porém, alguns conseguem se libertar e o hacker Neo (Keanu Reeves) é escolhido para se “desplugar” deste universo virtual e ajudar os rebeldes na luta contra os computadores e robôs que escravizaram a humanidade.

O filme de 1999 foi revolucionário por suas metáforas, que combinavam metafísica e sci-fi, mas também por suas cenas de ação, que introduziram o wire fu (o kung fu voador) e o feito “time bullet” (câmera lenta do ponto de vista de uma bala) no cinema ocidental. Fez tanto sucesso que ganhou duas continuações, que entretanto não tiveram a mesma repercussão, chegando a decepcionar os fãs da franquia.



Recentemente foi divulgado que a franquia ganhará um quarto longa, com as voltas de Keanu Reeves, Carrie-Anne Moss como Trinity e Lana Wachowski como diretora e roteirista.

Curiosamente, os personagens de Reeves e Moss morreram em “Matrix Revolutions” (2003). Além deles, Jada Pinkett Smith negocia retornar como Niobe, uma das líderes da rebelião de Zion contra as máquinas. Novidades ainda incluem Neil Patrick Harris (“How I Met Your Mother” e “Desventuras em Série”), Yahya Abdul-Mateen (o vilão Arraia Negra em “Aquaman”) e Jessica Henwick (revelação de “Game of Thrones” que virou heroína da Marvel em “Punho de Ferro”).

A produção atravessa atualmente sua fase de revisão de roteiro. A história foi escrita por Aleksandar Hemon (roteirista de “Sense8”) e David Mitchell (autor do livro que virou “A Viagem”) em parceria com Lana Wachowski.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings