Ben Affleck e Gal Gadot se juntam à campanha pelo “Snyder Cut” da Liga da Justiça

No fim de semana em que se comemorou dois anos do lançamento de “Liga da Justiça”, dois integrantes do filme se juntaram à campanha de liberação do “Snyder Cut”. Ben Affleck e Gal Gadot, intérpretes de Batman e Mulher-Maravilha na produção, tuitaram a hashtag #ReleaseTheSnyderCut e foram repercutidos pelo próprio diretor Zack Snyder.

“Snyder Cut” é a versão que preserva a versão do diretor original de “Liga da Justiça”. Para quem não lembra, a Warner aproveitou uma crise pessoal de Snyder, que perdeu uma filha, para afastá-lo da produção de “Liga da Justiça” após as filmagens originais, chamando Joss Whedon (“Os Vingadores”) para refilmar boa parte do longa. O resultado híbrido não agradou nem à crítica nem ao público, disparando a curiosidade sobre como seria a versão de Snyder.

Desde então, a Warner vem afirmando que não existe nenhum “Snyder Cut”. Mas o cineasta parece ter em suas mãos uma versão diferente do filme, que o ator Jason Momoa, o Aquaman, jura ter visto – e adorado.

Apesar de especulações de que a versão do diretor poderia ser um atrativo para o lançamento do serviço de streaming da HBO Max, a Warner não fez nenhum anúncio neste sentido. Mas chama atenção o timing do engajamento do elenco do filme, todos com contratos longos com a Warner, na campanha pelo “Snyder Cut”.