Raised by Wolves: Série sci-fi de Ridley Scott será lançada pela HBO Max

A série sci-fi “Raised by Wolves”, produção do cineasta Ridley Scott (“Perdido em Marte”), será lançada com exclusividade pela plataforma HBO Max. A atração estava sendo desenvolvida para o canal pago TNT, mas mudou seu endereço com a promoção da diretora de conteúdo Sarah Aubrey, que encomendou a série, para o serviço de streaming da WarnerMedia.

“Conforme nos esforçamos para estabelecer um nível alto de criatividade para a HBO Max, não há pessoa melhor para definir esse nível do que Ridley Scott, pois ele entrega uma realização visionária”, disse Kevin Reilly, diretor de conteúdo da HBO Max e presidente dos canais TBS, TNT e truTV.

“Raised by Wolves” já terminou a produção de sua 1ª temporada, que foi gravada na África do Sul. A paisagem do país servirá de cenário para outro mundo. Na trama, dois androides têm a missão de cuidar de crianças de uma colônia humana em um planeta recém-descoberto. Quando os humanos ameaçam dividir a colônia por conta de diferenças religiosas, esses androides aprendem de uma maneira difícil que precisam aprender como controlar as pessoas.

O elenco é encabeçado pelo ator Travis Fimmel, que ficou conhecido por seu papel como Ragnar Lothbrok na série “Vikings”. Ele viverá Father (Pai), um dos robôs, e contracenará com a atriz dinamarquesa Amanda Collin (“Departamento Q: Uma Conspiração de Fé”), que desempenhará o papel de Mother (Mãe).

Criada por Aaron Guzikowski, roteirista de “Os Suspeitos” (2013), do remake de “Papillon” (2017) e criador da série “Red Road” (2014-2105), “Raised by Wolves” também marcará a estreia de Ridley Scott como diretor de TV. Anteriormente, ele chegou a comandar o piloto de um projeto chamado “The Vatican”, mas o canal pago Showtime não aprovou a produção em 2013 e o trabalho não veio à público.

Para garantir que a série tenha um visual cinematográfico, Scott usou sua experiência como diretor de sci-fi clássicas, como “Alien” (1979), “Blade Runner” (1982) e “Perdido em Marte” (2015), no piloto da produção.

“Os mundos de tirar o fôlego, personagens atraentes e histórias complexas que Ridley, Aaron e equipe criaram para este projeto são fascinantes”, disse Aubrey, sobre a produção.