Disney proíbe propagandas da Netflix em seus canais



A Disney anunciou que os anúncios da Netflix tiveram veiculação proibida em sua rede de entretenimento, que inclui os canais ABC, FX, Freeform, Disney Channel, Disney XD, National Geographic e outros.

A proibição é mais uma mostra da escalada da guerra dos streamings, que está transformando as duas empresas em rivais amargas.

Em comunicado, a Disney atribuiu a proibição à evolução do negócio de produtos direto ao consumidor, com várias empresas novas querendo anunciar em sua rede. “Nós reavaliamos nossa estratégia para refletir a compreensiva relação de negócios que temos com muitas dessas empresas”, disse a companhia.



Amazon e Apple, que também disputam o mercado de streaming, não foram afetadas pela decisão. Elas caem na categoria de empresas com quem a Disney “tem negócios”. Já a Netflix não desenvolve mais nenhuma produção da Disney, após cancelar todas as séries da Marvel em retaliação à outra decisão dura de negócios. Para lançar sua própria plataforma, a Disney cancelou a cessão de direitos de suas obras para exibição da Netflix, tirando do catálogo do serviço várias séries e filmes populares.

Apenas a ESPN está liberada para receber anúncios da plataforma, já que a Netflix não é vista como rival do canal de esportes.

O veto à Netflix acontece a cerca de um mês do lançamento do Disney+ (Disney Plus). O serviço de streaming da Disney será lançado em 12 de novembro nos Estados Unidos e outros países. A previsão para a América Latina e o Brasil é apenas para o final de 2020.


Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings