Como Treinar seu Dragão vai ganhar especial de Natal



A DreamWorks Animation anunciou um novo capítulo da franquia “Como Treinar seu Dragão”. Intitulado em inglês “How to Train Your Dragon Homecoming”, a produção desta vez não será lançada nos cinemas. Ela foi encomendada como especial de fim de ano pela rede americana NBC. E já ganhou o primeiro pôster. Veja abaixo.

O especial terá cerca de 30 minutos e se passará 10 anos depois da trilogia cinematográfica, mas antes do epílogo que encerrou a história. Segundo a sinopse oficial, o desenho começará com as versões maduras de Soluço e Banguela compartilhando histórias de sua relação especial com suas respectivas famílias enquanto se preparam para o Festival Snoggletog.

Quando fica claro que a nova geração de vikings não se lembra da conexão entre dragões e humanos, Soluço faz um plano para celebrar os dragões com um grande desfile. Essa ideia leva a uma série de eventos hilários e empolgantes, mas independente da circunstância, todos em Nova Berk – jovens ou velhos – acabam sendo lembrados de que dragões e humanos estarão conectados para sempre.

“Homecoming” deve contar com os retornos dos principais integrantes do elenco, como Jay Baruchel no papel de Soluço, America Ferreira como Astrid, Gerard Butler como Estoico, Craig Ferguson como Bocão e Christopher Mintz-Plasse como Perna-de-Peixe. Entretanto, o diretor e idealizador da franquia, Dean DeBlois, não estará envolvido com o projeto. Em seu lugar, Jonathan Groff (“Kung Fu Panda: Especial de Natal”) e Jon Pollack (da série “Modern Family“) assinam o roteiro, enquanto Tim Johnson (“Cada Um na Sua Casa”) assume a direção.



A exibição está marcada para 5 de dezembro nos Estados Unidos, mas não previsão para a chegada do especial no Brasil.

Depois de passar na TV, ele será disponibilizado na plataforma Hulu, que ainda não possui distribuição por aqui. E o fato de ir para a Hulu que não deixa de ser curioso, já que as séries animadas derivadas da franquia foram exibidas na Netflix.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings