Netflix adquire Seinfeld por mais de US$ 500 milhões

A Netflix adquiriu os direitos de exibir a série clássica “Seinfeld” a partir de 2021. O acorde teria custado mais de US$ 500 milhões, segundo apurou o site The Hollywood Reporter.

“Seinfeld é a série de comédia com a qual todas as outras séries de comédias são comparadas”, definiu o chefe de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, em comunicado sobre o negócio, sem citar números.

O detalhe é que a série, atualmente disponível no Brasil pela Amazon Prime, vai estrear na Netflix remasterizada e com padrão de qualidade 4k pela primeira vez na história.

A aquisição representa um ataque frontal contra a Disney, já que a atração era disponibilizada nos Estados Unidos pela plataforma Hulu, gerenciada pelo estúdio. E chega para recompensar a perda de séries clássicas da Netflix para outros serviços de streaming, como “Friends” para a HBO Max e “The Office” para o ainda não nomeado serviço da Comcast.

Originalmente exibida entre 1989 e 1998, a série acompanhava as desventuras do comediante Jerry Seinfeld, que vivia uma versão de si mesmo, convivendo com seus amigos (fictícios) nova-iorquinos. Considerada uma das melhores sitcoms se todos os tempos, a série venceu 10 Emmys e ainda revelou a atriz de comédia mais premiada de todos os tempos, Julia Louis-Dreyfus. Caso vença o Emmy no próximo domingo (22/9) por “Veep”, ela vai desempatar um recorde mais amplo e se tornar a estrela mais premiada da história da Academia da Televisão.