Diretora de Mulher-Maravilha fecha com a Netflix para produzir séries



A cineasta Patty Jenkins, responsável pelo blockbuster “Mulher-Maravilha”, assinou contrato com a Netflix para produzir novas séries. Segundo a revista Variety, o acordo foi fechado em US$ 10 milhões.

“Estamos felizes em receber Patty Jenkins na Netflix”, disse Channing Dungey, nova vice-presidente de séries originais da plataforma. “Seu trabalho pioneiro ultrapassou fronteiras e ela conta histórias com personalidade que deixam uma marca inesquecível. Esperamos promover muitas ideias com ela e ajudá-las a ganhar vida”.

“Estou muito empolgado em embarcar em uma grande jornada de desbravamento do novo mundo da televisão com uma empresa e um grupo de pessoas que admiro tanto quanto Ted, Cindy, Channing, Peter e a equipe da Netflix”, disse Jenkins, no mesmo comunicado. “Estou ansioso para começar um ótimo trabalho juntos em breve”.



Jenkins demonstrou recentemente seu interesse no universo de séries ao produzir e dirigir a elogiada minissérie “I Am the Night”, escrita por seu marido, Sam Sheridan. Mas também vale lembrar que ela já venceu o DGA Award (prêmio do Sindicato dos Diretores) por comandar o piloto da série “The Killing”, em 2011.

A cineasta está atualmente trabalhando na pós-produção com “Mulher-Maravilha 1984”, que ela dirigiu, produziu e co-escreveu. O filme estreia em junho de 2020.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings