Andy Dick pode ser preso após assediar motorista de aplicativo



O ator Andy Dick (“Caindo na Estrada”) pode ser preso a qualquer momento devido a um processo movido por um motorista do Uber por assédio durante uma corrida realizada no ano passado.

Segundo o boletim de ocorrência, acessado pelo site TMZ, o caso ocorreu em abril do ano passado, quando, de acordo com o motorista, Dick esticou o braço e agarrou sua virilha enquanto ele dirigia.

O motorista registrou a denúncia em Los Angeles. Após o fim das investigações, o ator foi acusado de agressão sexual. O mandado de prisão foi emitido em março, mas o ator ainda não foi preso.



Este é o terceiro caso em que o ator é acusado de abuso apenas em 2018. Ele foi denunciado por agarrar uma desconhecida em plena rua, em Los Angeles, e também foi alvo de um mandado de segurança pedido por sua mulher, Lina, após episódios violentos.

Ele está sem filmar longa-metragens desde que foi demitido do filme “Vampire Dad” em 2017, após vários incidentes envolvendo a equipe de filmagem. Na ocasião, o diretor Frankie Ingrassia disse ao site The Wrap que o ator chegava embriagado e teve conduta inapropriada com os funcionários no set.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings