Atlanta é renovada para a 4ª temporada antes de produzir seu terceiro ano



O canal norte-americano FX anunciou a renovação antecipada de “Atlanta” para sua 4ª temporada.

Detalhe: a série ainda nem começou a gravar seu terceiro ano, que só vai entrar em produção em março de 2020. Por conta disso, as duas temporadas serão produzidas simultaneamente.

Vale lembrar que este não será o primeiro hiato da série. A 1ª temporada estreou em setembro de 2016, enquanto a 2ª começou a ser exibida apenas em março de 2018.

O problema é que Danny Glover, criador, estrela e faz-tudo da produção, tornou-se ocupadíssimo com filmes, músicas e outros projetos. Mas não só ele. Seus colegas de elenco, Brian Tyree Henry, LaKeith Stanfield e Zazie Beetz também estouraram nesse meio tempo e estão em vários blockbusters de Hollywood – como “Brinquedo Assassino”, “Corra!” e “Deadpool 2”, respectivamente.


“Uma das coisas que se tornou uma realidade da televisão de hoje é que você tem que esperar”, comentou Eric Schrier, presidente da FX Entertainment. Eu gostaria de manter uma programação que voltasse sempre todo ano, mas às vezes é preciso decidir se é melhor ter estabilidade ou qualidade, e estamos optando pela qualidade”.

“O que mais podemos dizer sobre ‘Atlanta’, que ganhou tantos prêmios e se tornou uma das melhores séries no ar atualmente?”, acrescentou. “Este grupo de colaboradores e elenco criaram uma das histórias mais originais e inovadoras desta geração, e estamos orgulhosos de ser parceiros deles nesta empreitada”.

“Atlanta” aborda a vida de amigos que trabalha para melhorar suas vidas na cidade norte-americana do título. Glover vive Earn, que tenta ajudar o primo, Alfred ‘Paper Boi’ Miles (Brian Tyree Henry), a decolar sua carreira de rapper. A lista de personagens ainda inclui Darius (Lakeith Stanfield), braço direito de Alfred, e Van (Zazie Beetz), melhor amiga e mãe do filho de Earn.

Em suas duas primeiras temporadas, a série venceu cinco Emmys e dois Globos de Ouro.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings