Investigação de estupro contra Gérard Depardieu é encerrada por falta de provas

A Justiça francesa encerrou a investigação de uma denúncia de estupro contra o ator Gérard Depardieu, que corria desde agosto do ano passado, por falta de provas.

Em comunicado oficial, a promotoria disse que “diversas investigações foram feitas dentro do procedimento recomendado para este tipo de caso”, mas que não foi encontrada evidência significativa para sustentar um processo oficial.

Herve Temine, advogado de Depardieu, criticou a demora da investigação e disse que seu cliente sofreu “dano irreparável com a divulgação dessas acusações”.

O astro francês foi denunciado por uma atriz de 22 anos em agosto, que disse ter sido atacada durante ensaios para um novo projeto.

Depardieu colaborou com a investigação e deu depoimento oficial em novembro. Indicado ao Oscar por “Cyrano” (1990), ele é um dos astros mais conhecidos do cinema francês e completou 70 anos durante a investigação, em dezembro.

O ator seria amigo do pai da jovem acusadora, que ele resolveu apadrinhar, aconselhando-a em seus primeiros passos na profissão.

O nome da acusadora não foi revelado.

Mais pipoca