Godzilla 2 reina nos EUA com metade da bilheteria do primeiro filme



Godzilla reinou nas bilheterias em sua estreia nos cinemas norte-americanos. Mas não destruiu a concorrência, já que seu desempenho foi menor que o esperado esperado para um filme de monstro gigante. “Godzilla II: O Rei dos Monstros” abriu com US$ 49M (milhões) e quase foi superado por “Aladdin”, que fez US$ 42,3M em sua segunda semana em cartaz.

O valor é o pior do “monsterverse”, o universo de monstros do estúdio Legendary, e representa quase metade do primeiro “Godzilla” (que rendeu US$ 93,1M em seu lançamento) em 2014, além de ser inferior à abertura de “Kong: Ilha da Caveira” (US$ 61M) nos Estados Unidos e Canadá em 2017.

O mercado internacional respondeu melhor, com US$ 130 milhões arrecadados, mas a soma total de US$ 179 milhões representa mais uma derrapada que uma arrancada. Considerando que o orçamento da produção é de aproximadamente US$ 170 milhões sem P&A (despesas de divulgação e publicidade, na sigla em inglês), a Legendary pode arcar com um prejuízo monstruoso. E vale lembrar que o estúdio já está produzindo a sequência, “Godzilla vs. Kong”, prevista para o ano que vem.

“Aladdin” ficou com o 2º lugar, ainda um príncipe encantado, atingindo cerca de US$ 450 milhões em todo o mundo. Com isso, já tomou quase US$ 100M de distância da bilheteria total de “Dumbo”, maior fracasso da Disney em 2019. Mas vale considerar que, em duas semanas, o musical do rapper gênio ainda está longe de cobrir seu orçamento de US$ 185M (sem o valor de P&A).

A estreia de “Rocketman” abriu em 3º lugar com US$ 25M domésticos. Também somou valor equivalente no mercado internacional para totalizar US$ 56,2M. Se, por um lado, a cinebiografia de Elton John não é um “Bohemian Rhapsody”, a boa notícia para a Paramount é que seu custo relativamente baixo (US$ 40M) deve ser facilmente superado, fazendo do filme um sucesso, mesmo que não tenha atingido o topo das bilheterias.

A terceira estreia da semana, o suspense “Ma”, fez US$ 18,2M em 4ª lugar. E a ironia deste fraco desempenho é que se trata do mais lucrativo do ranking. A produção foi muito barata, orçada em apenas US$ 5M (sem P&A). Portanto, já está rendendo dividendos.

“John Wick 3: Parabellum” fecha o Top 5, alcançado US$ 125,7M no mercado doméstico após três fins de semana. É o melhor resultado da franquia, já à frente do total dos dois filmes anteriores, que renderam US$ 92M e US$ 43, em ordem decrescente. Em todo o mundo, o filme está em US$ 221,6M.

Já o Top 5 da crítica é bem diferente, com “Rocketman” no topo. O drama musical atingiu 90% de aprovação no Rotten Tomatoes. No outro extremo, “Godzilla II: O Rei dos Monstros” implodiu com 39%.

E vale lembrar ainda que “Vingadores: Ultimato” continua em busca de seu recorde definitivo. Os super-heróis da Marvel ultrapassaram a marca de US$ 2,7B (bilhões) e estão agora a apenas US$ 75M de “Avatar”, a maior bilheteria de cinema de todos os tempos.

Todos os títulos citados estão em cartaz no Brasil.

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, e clique em seus títulos para ler mais sobre cada produção.



BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Godzilla II: O Rei dos Monstros
Fim de semana: US$ 49M
Total EUA e Canadá: US$ 49M
Total Mundo: US$ 179M

2. Aladdin
Fim de semana: US$ 42,3M
Total EUA e Canadá: US$ 185M
Total Mundo: US$ 445,9M

3. Rocketman
Fim de semana: US$ 25M
Total EUA e Canadá: US$ 25M
Total Mundo: US$ 56,2M

4. Ma
Fim de semana: US$ 18,2M
Total EUA e Canadá: US$ 18,2M
Total Mundo: US$ 21M

5. John Wick 3: Parabellum
Fim de semana: US$ 11,1M
Total EUA e Canadá: US$ 125,7M
Total Mundo: US$ 221,6M

6. Vingadores: Ultimato
Fim de semana: US$ 7,8M
Total EUA e Canadá: US$ 815,5M
Total Mundo: US$ 2,7B

7. Pokémon: Detetive Pikachu
Fim de semana: US$ 6,6M
Total EUA e Canadá: US$ 130,6M
Total Mundo: US$ 392,1M

8. Fora de Série
Fim de semana: US$ 3,3M
Total EUA e Canadá: US$ 14,3M
Total Mundo: US$ 14,3M

9. Brightburn
Fim de semana: US$ 2,3M
Total EUA e Canadá: US$ 24,7M
Total Mundo: US$ 32,6M

10. As Trapaceiras
Fim de semana: US$ 1,3M
Total EUA e Canadá: US$ 33,1M
Total Mundo: US$ US$ 73,9M


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings