George R.R. Martin elogia atriz de Game of Thrones que considera “verdadeira heroína”



O escritor George R.R. Martin encontrou uma heroína de verdade entre os intérpretes de “Game of Thrones”. Ele dedicou uma postagem em seu blog oficial à atriz alemã Sibel Kekilli, que interpretou a ex-prostituta Shae, amor de Tyrion na série da HBO.

“Sibel Kekilli é uma verdadeira heroína”, escreveu Martin, autor dos livros “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que deram origem a “Game of Thrones”.

“A maioria de vocês só conhece Sibel Kekilli por sua interpretação de Shae em ‘Game of Thrones’. Mas na sua terra natal, a Alemanha, Sibel é reconhecido por uma grande variedade de outros papéis, incluindo um longo arco na popular série policial “Tatort”, o “Law & Order” alemão. Ela também é duas vezes vencedora do Prêmio Lola (o Oscar Alemão) de Melhor Atriz por seus papéis nos filmes “Contra a Parede” (2004) e “A Estrangeira” (2010)”, continuou.

“No entanto, Sibel é mais do que apenas uma atriz talentosa. Ela é uma mulher de coragem rara. Sibel Kekilli é uma verdadeira heroína”.

A atriz trabalha há anos para a Terre des Femmes, ONG que auxilia mulheres vítimas de violência, e agora também está em um novo projeto chamado Papatya, que resgata meninas (dos 13 aos 21 anos) que são forçadas se casar à força.

“Sibel tem usado verba do seu próprio bolso para comprar computadores para essas garotas, além de criar um site de aconselhamento online que oferece ajuda para quem precisa”, escreveu o autor.



O autor elogiou a iniciativa da alemã. “Ela é mais do que uma atriz talentosa. Ela é uma pessoa do tipo gentil e bondosa também. Eu tenho orgulho em dizer que a conheço por ser uma mulher corajosa. Nesta era altamente politizada onde os famosos poderiam simplesmente ficar em silêncio e sorrir, Sibel nunca hesitou em falar o que pensa, doando seu tempo, seu dinheiro e sua fama para ajudar os outros”, escreveu.

“Toda vez que ela faz isso, ela se sujeita a outra onda de abuso, insultos, ameaças de morte e coisas do tipo … mas ela persiste, mesmo assim”, concluiu o escritor.

Sibel sofre diversas retaliações por seu engajamento. Por causa de seu ativismo em defesa das mulheres, a atriz recebeu uma onda de ataques e ameaças em seu Instagram em 2017.

A atriz fechou sua conta tornando-a privada e definiu seus agressores como “intolerantes e cheios de ódio”.

Sua motivação vem da reação de seus próprios pais a suas escolhas. No início de carreira, a atriz fez filmes considerados pornográficos, o que fez com que sua família rompesse relações com ela. Mas isso não a impediu de ser reconhecida pela indústria cinematográfica de seu país.


Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings