Vingadores: Ultimato chega a 2,4 bilhões de bilheteria mundial



“Vingadores: Ultimato” segue na liderança das bilheterias dos Estados Unidos e Canadá pelo terceiro fim de semana, com arrecadação de US$ 63M (milhões) apenas nos últimos três dias.

O sucesso sem precedentes aproxima o filme da Marvel de um alvo considerado insuperável até seu lançamento. Ao somar US$ 2,4B (bilhões) em todos os mercados, já está somente 300M atrás de “Avatar” (US$ 2,7B). É questão de tempo até assumir o topo do ranking como a maior bilheteria de todos os tempos.

Na América do Norte, porém, “Vingadores: Ultimato” ainda tem um degrau a mais para subir. De seu total, US$ 723,4M foram somados nos cinemas norte-americanos, o que equivale à 3ª maior bilheteria doméstica, ainda atrás de “Avatar” (US$ 760,5M) e “Star Wars: O Despertar da Força” (US$ 936,6M).

Ninguém apostava num fenômeno tão grande. Prova disso é que os estúdios rivais marcaram nada menos que quatro estreias amplas para essa semana nos Estados Unidos e Canadá. E, apesar de enfrentar uma superpotência, uma delas se saiu melhor que o esperado.

“Pokémon: Detetive Pikachu” impressionou com um desempenho consistente, rendendo US$ 58M na América do Norte. O valor representa a maior estreia doméstica de uma adaptação de videogame – US$ 11M acima da abertura de “Lara Croft: Tomb Raider” (2001), com Angelina Jolie. Mesmo assim, ficou em 2º lugar.

O resultado foi muito melhor no exterior, onde somou 103M em 62 países. O total supera em 300 mil a soma internacional de “Vingadores: Ultimato” nos últimos três dias, fazendo do filme de “Pokémon” o líder do mercado internacional no fim de semana.

Juntando tudo, sua bilheteria mundial está em US$ 170,4M. Parece muito, mas será preciso triplicar esse valor para compensar o investimento em sua produção.

O público norte-americano adorou o filme, dando-lhe nota A- no CinemaScore. Já a críticas ficaram divididas, resultando numa média de 64% no site Rotten Tomatoes.

O 3º lugar coube à outro lançamento: a comédia “As Trapaceiras”, com Anne Hathaway e Rebel Wilson.

O rendimento de US$ 13,5M deixou a desejar. Mas nem foi a pior consequência da produção, que enfrentou críticas extremamente negativas. A avaliação de 16% no Rotten Tomatoes foi uma das mais baixas do ano. Já candidato ao Framboesa de Ouro, o lixão será despejado em 25 de julho no Brasil.

As outras duas estreias amplas da semana também apanharam nas bilheterias e na imprensa. A comédia da Terceira Idade “As Rainhas da Torcida” abriu em 6º lugar e foi trucidada com 29% no Rotten Tomatoes, enquanto “Tolkien”, a cinebiografia do autor de “O Senhor dos Anéis”, teve um desempenho assustador em 9º lugar. Ao menos, a crítica não considerou um lixo completo, apenas um filme medíocre (49%).

“Tolkien” tem estreia marcada no Brasil para a próxima semana, em 23 de maio, mas “As Rainhas da Torcida” foi jogada para daqui a cinco meses, em outubro. Não será surpresa se sair direto em VOD e vídeo.



Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, e clique em seus títulos para ler mais sobre cada produção.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Vingadores: Ultimato
Fim de semana: US$ 63M
Total EUA e Canadá: US$ 723,4M
Total Mundo: US$ 2,4B

2. Pokémon: Detetive Pikachu
Fim de semana: US$ 58M
Total EUA e Canadá: US$ 58M
Total Mundo: US$ 170,4M

3. As Trapaceiras
Fim de semana: US$ 13,5M
Total EUA e Canadá: US$ 13,5M
Total Mundo: US$ 27,2M

4. The Intruder
Fim de semana: US$ 6,6M
Total EUA e Canadá: US$ 20,9M
Total Mundo: US$ 21,3M

5. Casal Improvável
Fim de semana: US$ 6,1M
Total EUA e Canadá: US$ 19,7M
Total Mundo: US$ 22,9M

6. As Rainhas da Torcida
Fim de semana: US$ 5,1M
Total EUA e Canadá: US$ 5,1M
Total Mundo: US$ 5,1M

7. Uglydolls
Fim de semana: US$ 3,9M
Total EUA e Canadá: US$ 14,2M
Total Mundo: US$ 15,8M

8. Superação: O Milagre da Fé
Fim de semana: US$ 2,4M
Total EUA e Canadá: US$ 37,1M
Total Mundo: US$ 45,8M

9. Tolkien
Fim de semana: US$ 2,1M
Total EUA e Canadá: US$ 2,1M
Total Mundo: US$ 2,1M

10. Capitã Marvel
Fim de semana: US$ 1,8M
Total EUA e Canadá: US$ 423,7M
Total Mundo: US$ US$ 1,1B



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings