The Bold Type é renovada para sua 4ª temporada


O canal Freeform anunciou a renovação de “The Bold Type” para sua 4ª temporada, mas com troca de showrunner.

A criadora da série Sarah Watson (criadora também da cancelada “Pure Genius”) já tinha sido substituída após diferenças criativas com os executivos da produtora Universal TV. Em seu lugar, entrou Amanda Lasher (produtora de “Gossip Girl”), que agora cederá seu lugar para Wendy Straker Hauser, roteirista da atração desde a 1ª temporada.

“The Bold Type” é uma das séries de menor audiência do Freeform, com média de 212 mil telespectadores ao vivo e 0,09 ponto na demo (a faixa demográfica de adultos entre 18 e 49 anos, mais relevante para os anunciantes). Cada ponto inteiro equivale a 1,3 milhão de público adulto qualificado na medição da consultoria Nielsen.

Séries de maior audiência, como “Famous in Love” e “Shadowhunters”, já foram canceladas pelo canal. A diferença é que “The Bold Type” recebeu críticas muito positivas, com impressionantes 100% de aprovação no Rotten Tomatoes para suas duas temporadas mais recentes.


Livremente inspirada na vida de Joanna Coles, editora-chefe da revista Cosmopolitan (a antiga Nova, no Brasil), o programa gira em torno da vida e dos amores de três amigas, funcionárias da revista feminina fictícia Scarlet, que exploram juntas sexualidade, identidade, amor e moda, tanto em seus cotidianos na cidade de Nova York quanto na pauta da publicação, buscando encontrar suas próprias vozes em meio a chefes intimidadores.

O elenco inclui Katie Stevens (série “Faking It”), Aisha Dee (série “Sweet/Vicious”) e Meghann Fahy (série “Necessary Roughness”) como as protagonistas, além de Sam Page (série “Switched at Birth”), Matt Ward (série “Remedy”) e Melora Hardin (série “The Office”), que vive a editora-chefe da revista Scarlet.

Atualmente, “The Bold Type” está na metade de sua 3ª temporada nos Estados Unidos.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings