Produtor de Velozes e Furiosos é demitido pela Universal



A Universal Studios demitiu o poderoso produtor Neal Moritz da franquia “Velozes & Furiosos”, após desavenças contratuais com o derivado “Hobbs & Shaw”, estrelado por Dwayne Johnson e Jason Statham.

O produtor, que lançou a saga e todos os filmes desde 2001, brigou com o estúdio pelo direito de desenvolver sequências e reboots, após ficar de fora do spin-off que estreia em agosto deste ano.

Afastado pouco antes das filmagens de “Hobbs & Shaw” começarem, ele abriu um processo contra a Universal, especificando ter feito um acordo verbal com Jimmy Horowitz, presidente do estúdio.

Após citar o chefão da Universal, o produtor foi demitido. Moritz não estará mais envolvido em qualquer filme futuro de “Velozes e Furiosos”, incluindo o capítulo atualmente em desenvolvimento na franquia liderada por Vin Diesel, que estreia em 2020.


O problema é que o contrato do produtor prevê que ele tem direito a receber pelos filmes, mesmo que não participe ativamente de suas produções. E há multas que a Universal terá que pagar. Além disso, Moritz vai buscar indenização por acredita que sua reputação foi danificada. Sua fama de “intratável” foi usada como desculpa da Universal para o rompimento.

O caso vai parar na justiça.

A franquia “Velozes e Furiosos” já rendeu mais de US$ 5 bilhões em todo o mundo e é a mais lucrativa da Universal.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings