Príncipe Harry e Meghan Markle revelam nome e apresentam seu primeiro filho



O primeiro filho do príncipe Harry e da ex-atriz Meghan Markle, que nasceu na última segunda-feira (6/5), teve seu nome revelado na tarde desta quarta-feira (8/5). Ele foi batizado de Archie Harrison Mountbatten-Windsor.

A novidade foi anunciada na conta oficial do Instagram dos duques de Sussex, que compartilharam uma foto do bebê sendo apresentado à bisa, a rainha, no Castelo de Windsor. Na imagem, o menino aparece ao lado dos pais, do príncipe Philip e da avó materna, Doria RaGland.

“O Duque e a Duquesa de Sussex têm o prazer de anunciar que batizaram seu primeiro filho: Archie Harrison Mountbatten-Windsor. Nesta tarde, Sua Alteza Real apresentou Sua Majestade, a Rainha, ao seu oitavo bisneto no Castelo de Windsor. O duque de Edimburgo e a mãe da duquesa também estiveram presentes para a ocasião especial”, escreveram, na publicação, que também foi repetida (em versão colorida) no Instagram da Família Real.

Diferente de William e Kate, Harry e Meghan tiveram mais liberdade para escolher o nome do bebê, já que ele dificilmente reinará um dia.

Na etimologia, segundo a plataforma Name Berry, Archie é o diminutivo de Archbald e significa “verdadeiro, corajoso e valioso”. Harrison, por sua vez, significa “o filho de Harry”.

De acordo com o site Geneanet, a maior concentração de pessoas com este nome está nos Estados Unidos: por lá, há pouco mais de 13 mil Archies. No Reino Unido, cerca de 800. Na TV, apenas um, na série “Riverdale”.

Após apresentar o bisneto à rainha, Harry e Meghan apareceram com Archie Harrison em público pela primeira vez, de touquinha, enrolado em uma manta branca e carregado pelo pai – detalhe que não passou despercebido.

Os três filhos de Kate e William, quando foram apresentados ao povo britânico, surgiram sempre no colo da mãe, na porta da maternidade, horas depois do nascimento. O mesmo aconteceu após os dois partos de Diana, em que a mãe se encarregou de mostrar o filho com salto alto e maquiagem, como se recém-saída de um salão de beleza.

O fato de Harry segurar a criança, demonstrando que pai também tem que participar, nem foi a primeira quebra de protocolo dos duques de Sussex em relação ao nascimento. No oitavo mês de gestação, o casal disse à imprensa que não faria as tradicionais fotos na saída do hospital – ou da casa, já que Meghan dava sinais de que o parto poderia ser domiciliar.

A decisão foi anunciada semanas depois que a CEO da Fridababy Chelsea Hirschhorn publicou no “The New York Times” uma carta aberta pedindo que ex-atriz “tomasse seu próprio tempo” e não transmitisse uma imagem pós-parto irreal às outras mães. Como Diana, por exemplo.




Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings