Quinzena dos Realizadores coloca filme da Netflix no Festival de Cannes



A lista de filmes da Quinzena dos Realizadores, mostra paralela do Festival de Cannes, incluiu mais um filme brasileiro no evento francês. Mas o título que chamou mais atenção foi outro: o terror “Wounds”, estrelado por Armie Hammer (“Me Chame pelo Seu Nome”) e Dakota Johnson (“Suspiria”), e que foi produzido pela Netflix.

A inclusão contraria a política do festival, que proíbe filmes que não respeitem as janelas de exibição da França – as mais longas do mundo – antes de serem lançados em streaming.

O filme da Netflix só entrou nesta mostra porque ela é independente, realizada sem interferência dos organizadores do festival.



Mas isso não garante imunidade contra protestos durante sua apresentação.

Em 2017, quando duas produções originais do serviço de streaming (“Okja”, de Bong Joon-ho, e “Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe”, de Noah Baumbach) disputaram a Palma de Ouro, os exibidores franceses ameaçaram o festival, e a seleção foi duramente criticada pelo presidente do juri, Pedro Almodóvar. Por conta disso, as regras foram mudadas para barrar a Netflix das competições de Cannes.

A 72ª edição do festival europeu vai acontecer entre os dias 14 e 25 de maio na Riviera Francesa.



Chris Thomas é uma eterna estudante de cinema com algumas pós-graduações e radicada em Paris há uma década.



Back to site top
Change privacy settings