Produtores de Os Simpsons banem episódio com participação de Michael Jackson

Os produtores de “Os Simpsons” decidiram tirar de circulação um episódio antigo da série, que conta com dublagem de Michael Jackson. Ele não será mais exibido nas reprises do programa ou disponibilizado em plataformas de streaming, após a polêmica trazida à tona pelo documentário “Deixando Neverland” (Leaving Neverland), que denuncia supostos abusos sexuais do cantor a menores.

O produtor executivo James L. Brooks, o criador Matt Groening e o showrunnner Al Jean tomaram coletivamente a decisão de banir o episódio “Stark Raving Dad” após assistirem ao documentário da HBO.

“Pareceu claramente a única escolha a ser feita”, disse Brooks ao The Wall Street Journal. “Os caras com quem trabalho – e com o qual passei a vida inteira discutindo sobre piadas – chegaram a um consenso sobre isso.”

O episódio com Michael Jackson foi ao ar em 1991, durante a 3ª temporada de “Os Simpsons”. Ele deu voz a um personagem de hospício que acreditava ser o próprio cantor.

Além de “Os Simpsons”, algumas rádios do Canadá, Austrália e Holanda anunciaram que estavam tirando as músicas do cantor de suas programações.

A família de Jackson classificou o documentário e a cobertura noticiosa das acusações de “linchamento público”, e disse que ele é “100% inocente”. O espólio do artista abriu um processo contra a HBO, devido à exibição de “Deixando Neverland”.